3 de set de 2016

Bezerra da Silva: canalha, tu é um canalha!


Está livre a poder de propina, porém a justiça divina não falha!



O fabuloso recifense Bezerra da Silva, autor de "Se gritar pega ladrão, náo fica um, meu irmão (no Palácio do... - PHA)", morreu em 2005.

E, em 1995, quando governava o Brasil Fernando Henrique Brasif Cardoso, ele escreveu e cantou esse atualíssimo "Verdadeiro Canalha"!
Canalha, tu é um verdadeiro canalha...
Canalha, tu é um verdadeiro canalha.
Você vive de trambique,
Deita na sopa
E se atrapalha,
Olha aí, seu canalha...
Canalha, tu é um verdadeiro canalha...
Canalha, tu é um verdadeiro canalha.
Se elegeu com votos da favela,
Depois mandou nela
Metê bala,
Isso é que é ser canalha...
Canalha, tu é um verdadeiro canalha...
Canalha, tu é um verdadeiro canalha.
Rapinou o dinheiro do povo,
Saiu esbanjando
E fazendo bandalha,
Veja bem, seu canalha...
Canalha, tu é um verdadeiro canalha...
Canalha, tu é um tremendo canalha.
Comprou carrão,
Fazenda e mansão
E o povo na miséria comendo migalha,
Veja bem, seu canalha...
Canalha, tu é um verdadeiro canalha...
Canalha, tu é um verdadeiro canalha.
Está livre a poder de propina,
Porém a justiça divina
Não falha,
Veja bem, seu canalha...
Canalha, tu é um verdadeiro canalha...
Canalha, tu é um verdadeiro canalha.
O truco se acaba
Meio retrocesso,
Verás o reverso da medalha...
Canalha, tu é um verdadeiro canalha...
Canalha, tu é um verdaderio canalha.
Viver de moleza é muito bom,
Quero ver você
Encarar uma batalha,
Vai trabalhar, canalha!
Canalha, tu é um verdadeiro canalha...
Canalha, tu é um verdadeiro canalha.
E no dia do judas tu fica na tua,
Se tu for pra rua
A galera te malha,
Fica em casa, canalha!
Canalha, tu é um verdadeiro canalha...
Canalha, tu é um verdadeiro canalha.
Comeu, bebeu, fumou e cheirou,
Depois caguetou
O cabeça-de-área,
Olha a bala, canalha...
Canalha, tu é um verdadeiro canalha...
Canalha, tu é um verdadeiro canalha.
Nunca vi ninguém dá dois em nada
E também se ver
Cadeado não fala,
Aprendi isso, canalha...
Canalha, tu é um verdadeiro canalha...
Canalha, tu é um verdadeiro canalha.
E depois daquele par de chifres
Em que altura está
O meu chapéu de palha,
Já viu isso, canalha?
Canalha, tu é um verdadeiro canalha...
Canalha, tu é um verdadeiro canalha.
O calado tá errado...
E falando nem se fala...
Cala a boca, canalha!!!
Canalha, tu é um verdadeiro canalha...
Canalha, tu é um verdadeiro canalha.
De repente o bicho pegou,
Tu se empirulitou
E jogou a toalha,
Sai correndo, canalha!!!
Canalha, tu é um verdadeiro canalha...
Canalha, tu é um verdadeiro canalha
No CAf

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.