15 de ago de 2016

Haddad rebate Estadão: “É golpe, estão descumprindo a Constituição num quesito básico”

O jornal divulgou uma entrevista em que o prefeito teria dito que “golpe é uma palavra um pouco dura”. Ao participar de um evento no Sindicato dos Arquitetos do Estado de São Paulo, ele reclamou da edição do jornal, que “cada vez que dá alguma entrevista para o Estadão tem que ficar se explicando” e que é “golpe porque estão descumprindo a Constituição”.


O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), respondeu sobre uma entrevista divulgada pelo jornal O Estado de S.Paulo em que ele supostamente teria dito que “golpe é uma palavra um pouco dura”. Ao participar de um evento no Sindicato dos Arquitetos do Estado de São Paulo, nesta segunda-feira (15), ele reclamou que “cada vez que dá alguma entrevista para o Estadão tem que ficar se explicando” e que é “golpe porque estão descumprindo a Constituição” .

“Cada vez que eu dou uma entrevista para o Estadão fico uma semana me explicando. O tanto que eles editam. (…) A gente erra na conversa com a imprensa. A gente está sempre agindo de boa fé querendo explicar, querendo ser complexo, querendo ser professor. Eu sou cientista político então é pior ainda. Mas é golpe, estão descumprindo a Constituição num quesito básico”, disse durante um debate sobre direito a cidade.

“Golpe é uma palavra um pouco dura, que lembra a ditadura militar. O uso da palavra golpe lembra armas e tanques na rua”, disse Haddad na entrevista em questão. A declaração gerou polêmica dentro do PT.

“Assim dificulta para a gente na hora de mobilizar o pessoal”, disse Raimundo Bonfim, da Central de Movimentos Populares e da Frente Brasil Popular.

Veja o vídeo:



No Fórum

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.