15 de ago de 2016

Ex-bispo da Igreja Universal denuncia esquema ilegal no exterior

Segundo Alfredo Paulo Filho, a cúpula da Universal criou uma rota para fazer remessas ilegais de dinheiro para financiar a instituição e também a divulgação da Rede Record na Europa


O ex-bispo da Igreja Universal do Reino de Deus, Alfredo Paulo Filho, denunciou a entidade por atuar em esquema ilegal para financiar sedes da Igreja e a divulgação da Rede Record na Europa. De acordo com ele, cerca de R$ 5 milhões eram transferidos a cada viagem de carro de Angola até a África do Sul e então para Portugal.

Já no continente europeu, o dinheiro, em dólar, era passado para euro e depositado no banco BCP, em forma de dízimo para a Igreja. Uma vez depositado, o valor seria transferido para as sedes em toda a Europa. O procedimento era realizado pelo menos duas vezes por ano.

O ex-bispo afirmou que a quantia ficava em sua casa quando chegava em Portugal, até o depósito no BCP. Segundo ele, Edir Macedo, líder da Igreja e proprietário do Grupo Record, sabia do esquema. Se as acusações forem comprovadas, entre os crimes, está a lavagem de dinheiro e evasão de divisas (movimentar ou manter em outro país quantias não declaradas).

Alfredo Paulo deixou sua função em 2013 após ser rebaixado a cargos administrativos por trair sua esposa com prostitutas. A Igreja Universal apontou que irá processar o ex-bispo por calúnia e difamação e não comentou as acusações.

Veja o vídeo:



No Fórum

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.