1 de ago de 2016

Dose diária de vergonha do Jornalismo brasileiro

Como o comportamento da Folha de S.Paulo na divulgação das manifestações de ontem, 31, atestam a falência da grande mídia

Quer ter sua dose diária de vergonha do Jornalismo brasileiro?

Abra a capa da Folha de S Paulo. Duas fotos aparentemente "iguais", mostrando os atos pro e anti Temer em São Paulo.

A mentira se dá pelo o que não se mostra.

Primeiramente, qualquer fotógrafo sabe que o ângulo das fotos, cerca de 3 a 5 metros acima da multidão, feito com uma lente aberta, dá a impressão de "infinito". Não importa se tem 4, 5, 10 ou 50 mil pessoas, a foto fica muito parecida porque prevalece a multidão logo abaixo da lente e a que está distante fica comprimida. Repare: nos atos cheios da direita, a folha sempre deu fotos aéreas da Paulista, tiradas a centenas de metros de altura, como essa.

Foto cheia Avenida Paulista em ato pró impeachment divulgada pela Folha de S.Paulo
Foto cheia Avenida Paulista em ato pró impeachment divulgada pela Folha de S.Paulo
O que não se diz é que a Paulista estava vazia ontem, e a sensação geral era de fiasco, como os próprios manifestantes atestaram.


Atos pró-impeachment da presidente Dilma Rousseff realizados em todo o país neste domingo (31/7) foram um fiasco completo.


O dicionário ajuda a entender melhor...


“Fiasco s.m. fracasso, resultado desastroso de um empreendimento”. Sacou, golpista? A mentira tem pernas curtas.
A Folha omite que os atos contra Temer aconteceram em todo Brasil (aqui, no portal do NINJA) de forma massiva nas capitais e em dezenas de cidades fora do país, e que as manifestações em apoio a Temer ou ao Impeachment praticamente não passaram de SP, com pouca expressão em algumas outras cidades, como em Curitiba, onde a atriz global Leticia Sabatella quase foi linchada pelos manifestantes. Se qualquer outro Global fosse atacado dessa forma em uma manifestação, seria a Folha e o jornalismo brasileiro isentos da mesma maneira?


A atriz Letícia Sabatella conta sobre a agressão que sofreu ontem nas ruas de Curitiba, no 1º Distrito Policial. Ela foi ofendida por manifestantes em ato contra a presidenta Dilma Rousseff: “Isso está acontecendo com muitas pessoas, com pessoas maravilhosas, que eu estou vendo sofrer este tipo de coisa, ou coisas piores, injustiças mesmo. Como as prisões e mortes de índios Guarani Kaiowá, com os sem-terra”, afirmou ao jornal Brasil de Fato e aos Jornalistas Livres.
A PM resolveu, excepcionalmente nesse domingo, "não divulgar" estimativas de público como consta na legenda das fotos, mesmo tendo sobrevoado o ato do Fora Temer no ápice de sua concentração ontem (confira no vídeo abaixo em que Guilherme Boulos provoca o helicóptero da PM a "contar direito"). Não é obrigação da PM divulgar esses números em nome do interesse público? E as imagens de Drone da Folha? Será que estão com dificuldades orçamentárias?


Vigiado pelo helicoptero da PM de Alckmin, o POVO SEM MEDO toma as ruas de SP em mais de 40 mil pessoas em direção ao Escritório de Temer, no Alto de Pinheiros.
A Folha também não quis contar as peripécias que Frota, nosso nobre conselheiro do Ministério da Educação, falou na Av. Paulista para meia dúzia de fanáticos.


Frota faz discurso na Paulista baseado na repetição de ofensas e xingamentos
Poucas pessoas ouvem Alexandre Frota em uma Av. Paulista esvaziada. Sua única proposta para o país são xingamentos e ofensas, e a divisão entre "brasileiros e brasileiras", "folgados e vagabundos", entre outras palavras que não vamos repetir aqui. Isso a mídia golpista não mostra. Acompanhe no vídeo o nível de violência, misoginia e ignorância na fala deste homem.
Mas nem tudo é tão ruim no jornalismo brasileiro. A capa da Folha, por fim, sugere que você fique "de boa na lagoa" com os atletas internacionais remando tranquilamente no Rio. A Folha vai proteger e blindar todo tipo de figura como Paes, Temer, e quem for necessário pra que a Olimpíada não seja o fiasco que ela tanto desejou pra Copa do Mundo.

Quem foi pra rua sentiu que o povo brasileiro tá vivo, que o ato contra Temer e o Impeachment de ontem revelou inesperado fôlego e disposição de resistência na etapa final da votação no Senado, que as pessoas não vão ficar assistindo as Olimpíadas sentados no sofá de casa.

Compartilhe as mídias livres, informe seus amigos e família. Não deixe que esse jornalismo picareta seja a única forma de saber o que está acontecendo. Vamos ser a nossa própria mídia!

‪#‎ForaTemer‬

No Ninja

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.