18 de ago de 2016

Começa a aparecer o “modelo Sarney” de Temer


E aí, Merval?

Viu essa, Cantanhêde?

Sacou, Míriam?

Gostou, Cristovam?

Expliquem aí para seus leitores como Michel Temer veio para restaurar a moralidade no uso dos dinheiros públicos.

Contem para eles que agora estamos livres da “máquina lulopetista”

Justifiquem como o “pacto federativo” está preservado agora que Michel Temer (PMDB) retirou dos governadores do Nordeste a execução de obras de combate à seca para transferi-la aos diretores locais do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas, escolhidos a dedo entre os apaniguados da bancada do PMDB, como mostra detalhadamente Igor Gadelha, no Estadão.

Mostrem como é “republicano” multiplicar por cinco as verbas do filho de Renan Calheiros, presidente do Senado, governador  que controla o Dnocs alagoano.

Podem ficar tranquilos, a elite paulista nem liga, porque governador de São Paulo é honesto e governador do Nordeste é ladrão, por princípio. Aliás, são todos eleitos por aquele povinho que atrapalha a democracia, não é?

Isso só seria absurdo se Lula ou Dilma tirassem dos governadores para entregar aos “comissários petistas” nomeados no Dnocs, não é?

Parece que voltamos aos tempos de Sarney: centrão e coronelismo, agora temperados com mesóclises janistas.

A única diferença — meu Deus, jamais imaginei que iria dizer isso! — é que Sarney falava e escrevia melhor que Temer.

Fernando Brito
No Tijolaço

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.