9 de ago de 2016

A Odebrecht não vai livrar ninguém!

E tem muito juiz e jornalista se borrando de medo da Odebrecht


Liga o Vasco, navegante de longo curso, ancorado em frente ao transatlântico olímpico da Globo, para acompanhar os movimentos de nado sincronizado da mão esquerda do Galvão.

— Você entendeu a secreta essência das delações da Odebrecht, não é isso, ansioso blogueiro?

— As que pegam o Temer, o Padilha, o Skaf, o Serra, todos eles ... Sim, entendi. Eles estão ferrados. Nem o Janot salva!

— Essa é uma visão tão medíocre quanto o Renato Augusto: não vai a lugar nenhum, a não ser para os lados...

— Qual a SUA versão, Vasco? Não me interessa falar de futebol… Chega!

— A Odebrecht vai cuspir todos os feijões.

— Como assim? Todos? Até os feijões tucanos? O Alckmin, por exemplo, que ainda não entrou na roda?

— Todos os feijões. E quando digo todos são todos…

— Ah, então, o Procurador Lima e o Moro não vão querer ouvir delação nenhuma do Marcelo Odebrecht… Eles não querem todos os feijões. Só os feijões do PT, como diz o professor Wanderley: é clausula pétrea.

— É até possível. O Fernando Brito acha que o Lima já disse que a Odebrecht não vem ao caso.

— É verdade, esse Lima, o barbicha, é o Iago do Moro…

— Mal comparando, ansioso blogueiro…

— É verdade. Aquela Vara não tem nada de Shakespeare. Está mais para… Deixa pra lá...

— Quando eu digo que vai cuspir todos os feijões, baseio meu raciocínio numa premissa elementar. O que é melhor para a Odebrechet: cuspir todos os feijões ou guardar alguns para trocar por uma banana lá na frente?

— Não entendi, Vasco. Tem a clareza dos raciocínios do Galvão…

— O que mais a Odebrecht tem a receber do Temer, do Cerra, do Padilha, do Moreira Franco? Nada!

— Ué, uma licitaçãozinha atrás da moita…

— E você acha que o Emílio Odebrecht vai fazer mais alguma coisa atrás da moita?

— Vai ser difícil…

— Impossível. Eles quase fecham agora. Vão se arriscar a fechar de novo, por causa de uns 10% aqui, 15% ali? Nem pensar!

— Vão jogar limpo daqui pra frente.

— Vão jogar limpo, AGORA. Vão garantir a liberdade de todos os executivos, tocar as empresas, garantir sua sobrevivência e que os Temer, Serra, Padilha que se danem! Porque deles não receberão mais nada! Esses golpistas não tem mais nada na cartola.

— Então, o Moro deu um tiro no pé.

— De AK-47...

— Mas, e se o Moro disser que não vem ao caso?

— Não interessam o Moro, o Lima, o grampo do mictório de Curitiba. Não interessa nada. O pessoa da Odebrecht depõe e depois vaza!

— Mas, o Moro senta em cima: Cerra, não! Alckmin, jamais! Não vem ao caso! Tucano, só morto!

— A ONU borra o currículo dele. Nunca mais vai dar aula no Wilson Center.

— É, Vasco, seu raciocínio está agudo.

— E vou te dizer mais: tem muito juizinho aí, muito jornalista que deve estar se borrando de medo.

— Vasco, Vasco, vira essa boca pra lá, Vasco. Juizinho e juizão...

— E tem mais. Você já ouviu falar no Dr Norberto, o Norberto Odebrecht…

— O fundador.

— Isso. Ele era o cão do Terceiro Livro. Matava mosca com sopro.

— O que quer dizer isso, Vasco?

— Os Odebrecht vão pegar um por um.

— Como assim? Eles estão fora de combate.

— Imagine a situação inversa: os Odebrecht tinham uma rede de televisão, com os mervais, bonners e waacks da vida. E o Roberto Marinho tinha uma empreiteira.

— Não estou entendendo.

— Deixa eu concluir. O Roberto Marinho tinha uma empreiteira. Aí vêm o Moro e o Procurador Lima e tentam destruir o Roberto Marinho.

— Tá, Vasco, e dai? O que aconteceria?

— Se o Roberto Marinho sobrevivesse, o que ele faria?

— Mandava matar um por um da Odebrehct.

— Chama o pano rápido, ansioso blogueiro.

Pano rápido.

PHA

No CAf

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.