26 de jul de 2016

Pesquisa desenterra o cadáver que o Grupo Folha escondeu

As pesquisas dos institutos Ipsos e Datafolha sobre a situação do país são tão disparatadas que parece que analisaram realidades totalmente diferentes.


Os resultados das pesquisas dos institutos Ipsos e Datafolha sobre a situação do país são tão disparatados que se fica com a sensação de terem pesquisado realidades totalmente diferentes.

Quando, contudo, se analisa os dados, fica evidente que a discrepância entre as pesquisas não decorre da observação de realidades ou períodos diferentes, mas sim do viés de análise empregado pelos proprietários do instituto Datafolha.

Pela lente da sua pesquisa, a Folha de São Paulo consegue enxergar que “cresce otimismo com a economia” e que “para 50%, Temer deve ficar” — capa e matéria da edição de domingo 17/07/2016.

Já a pesquisa Ipsos mostra, ao contrário, que a vida dos golpistas está mais próxima do inferno do que do paraíso: apenas 16% querem que Temer fique até 2018; 89% afirmam que o Brasil está no rumo errado; e a aprovação do impeachment fraudulento da Presidente Dilma apresenta importante tendência de queda.

O Datafolha pertence ao Grupo Folha, conglomerado de mídia notoriamente pró-Serra, pró-PSDB, pró-Temer, pró-Cunha, pró-coxinhas, pró-golpe, pró-Alstom, pró-corrupção tucana e pró tudo o que é contra o PT, contra Lula e contra Dilma.

Epíteto dizia, ainda no século 5 antes de Cristo, que o que perturba os homens não são os fatos, mas a interpretação que os homens fazem dos fatos. Esta noção milenar de Epíteto é executada à moda Joseph Goebbels não só pela Folha de São Paulo – mas por toda a mídia golpista e engajada.

Eles fazem de tudo — se fraudam um processo de impeachment, porque não falsificariam também a verdade? — para legitimar o golpe de Estado perpetrado pela turba golpista que assalta o Poder para pôr em prática o programa anti-povo e anti-nação que jamais seria aprovado nas eleições.

Jeferson Miola
No Carta Maior

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.