15 de jul de 2016

Eliseu "Quadrilha" cai no grampo da Andrade

Andrade derruba o "Governo". E quando a Odebrecht falar?


O "Gatinho angorá" já tinha sido localizado na rede da Andrade, essa empreiteira muito amiga do Aecím, o chato.

Agora, no Globo, é a vez daquele a quem o ACM se referia como o Eliseu "Quadrilha".

(Breve, Lula na Casa Civil e Miriam Belchior de sub-chefe.)

Padilha pediu a Andrade Gutierrez que contratasse seu call center

O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, tratou em mensagens enviadas ao então presidente da Andrade Gutierrez, Otávio Azevedo, de pedido para que a empresa telefônica Oi contratasse a estrutura do escritório de call center que ele tem em Porto Alegre. Na época, a empresa de telefonia era controlada pela empreiteira.

O pedido foi feito no início de 2014, na época em que Padilha era deputado federal. A troca de mensagens consta de relatório da perícia da Polícia Federal elaborado a partir da análise do telefone celular usado por Otávio Azevedo, incluído pela PF em inquérito público da Lava-Jato.

Padilha admite a troca de mensagens e encontros com o executivo, mas afirma que o projeto não foi adiante. Ele afirma que este foi o único motivo de contato dele com a Andrade Gutierrez.

"Caro Otávio, como foi a reunião com o ministro e o líder?”, escreveu Padilha às 21h45 de 13 de fevereiro de 2014.

“Estou usando este para pedir que marque para mim uma conversa com o dir comercial da Oi que trata de vendas via Call Center. Tenho um call center em P. Alegre e poderemos fazer ótima parceria", continuou Padilha.

Às 23h18 do mesmo dia, Otávio respondeu às mensagens, mas não é possível dizer se ele tratava exatamente do mesmo assunto.

“Amigo, a reunião foi boa e surgiu uma luz para acelerarmos o processo”, escreveu o executivo.

“Ótimo, podes compartilhar?”, perguntou Padilha três minutos depois.

“Call Center precisamos de falar. abs”, respondeu Otávio no minuto seguinte.

Quatro meses depois, às 15h41 de 25 de junho, Padilha voltou a falar com o executivo pelo telefone:

“Caro Otávio! Caso possas gostaria de falar pessoalmente em nome da pessoa com a qual estivemos. Hoje ainda, se possível”, escreveu.

Otávio marca o encontro para dali duas horas, no escritório da Andrade Gutierrez em Brasília. A troca de mensagens mostra que o encontro atrasou e foi realizado depois das 21h, no mesmo dia.

No CAf

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.