29 de jun de 2016

Temer bota ministros do STF no papel de bobos. O Globo mostra Cunha dirige Câmara do Palácio do Jaburu


Os ministros do Supremo Tribunal Federal estão fazendo explícito papel de bobos.

Proíbem Eduardo Cunha de ir à Câmara para não interferir no controle do Legislativo.

Mas Cunha vai ao Palácio do Jaburu e decide com quem tem a caneta: Michel Temer.

Nem O Globo esconde  mais isso:

Interlocutores do Palácio do Planalto tentam um acordo para viabilizar a eleição do deputado Rogério Rosso (PSD-DF) à presidência da Câmara, como sucessor do presidente afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Um dos pontos da conversa do presidente interino Michel Temer com Cunha, na noite de domingo, foi exatamente a sucessão na Casa. O presidente afastado quer ajuda do governo para eleger um aliado seu para o cargo de presidente como última tentativa de tentar manter o mandato.

Em troca, renunciaria ao posto de presidente, permitindo que seja solucionado o desgoverno na Câmara, provisoriamente comandada por Waldir Maranhão (PP-MA).

— A renúncia é ótima para o governo. Não dá para a Câmara ficar parada deste jeito, com um presidente interino que deixa uma semana toda sem votar nada. Há algum tempo teria sido mais fácil viabilizar este tipo de acordo. Mas deixa ele (Cunha) tentar, vamos ver no que dá — afirmou um auxiliar do Planalto.

Na conversa com Temer, segundo relatos, Cunha insinuou querer ajuda para viabilizar esta saída. Demonstrou não ter condições de articular isto por conta própria e necessitar do apoio do governo. O pedido de Cunha foi de apoio a um deputado que não lhe perseguiria após a renúncia à presidência.

— Não dá para querer que ele renuncie sem o compromisso de que o sucessor não lhe seja hostil — defendeu o assessor do Planalto.

(…)

— Tem que ter muito cuidado para o governo não aparecer nesta disputa. O risco de ter prejuízo é bem maior que um eventual benefício, porque pode despertar nos excluídos uma reação — comentou um assessor do Planalto, lembrando as retaliações sofridas pelo governo petista por ter tentado derrotar Eduardo Cunha.

Doutor Teori Zavascki, Doutor Luis Roberto Barroso, de que adiantam suas caras sérias e severas? Vocês tiraram Eduardo Cunha da Câmara mas ele está lá, no centro do poder.

Tiraram o sofá da sala, mas não viram que ficou lá uma cama ultraextraking-size para todo tipo de “saliência”.

Quem é que lembra do personagem do Jô Soares, o Tavares,  que tinha como bordão aquele “tem pai que é cego!”?

Fernando Brito
No Tijolaço

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.