21 de jun de 2016

Senador pede presidência de Itaipu e diretoria do BB para votar por impeachment

Para você ter uma ideia de como está sendo isento, nas barbas do Ministro Ricardo Lewandowski, o julgamento do impeachment da presidenta Dilma Rousseff, reproduzo o trecho de edificante reportagem da Gazeta do Povo, do Paraná:


“Hélio Gambiarra” pede comando de 
Itaipu para votar a favor do impeachment

O senador Hélio José (PMDB-DF), conhecido em Brasília como Hélio Gambiarra, pediu a Temer 34 cargos, entre eles as presidências do BB DTVM (gestora de fundos de investimento), dos Correios, do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento Educacional) e de Itaipu (tradicionalmente, o comando da hidrelétrica fica com um paranaense). O senador também quer ser o líder do governo no Congresso e relatar as medidas provisórias sobre infraestrutura. No Planalto, os pleitos de Gambiarra causaram irritação. “Se Hélio ficar contra o impeachment, ele morre no dia seguinte no PMDB”, disse um dirigente partidário.

O outro lado da história. Hélio dizia que ia votar contra o processo de impeachment. Sofreu pressões e votou a favor. Pode não estar pedindo nada e, agora, sendo exposto para ser pressionado. O jogo é sujo assim.

Como a gente pode ver, “as instituições estão funcionando”, até mesmo com Gambiarra.

Inclusive a da chantagem institucionalizada.

Fernando Brito
No Tijolaço

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.