1 de jun de 2016

Por que esse governo não vai durar


Porque é um governo que tolera a corrupção e os corruptos e os brasileiros não toleram nem a corrupção nem os corruptos.

Porque é um governo mais parecido com a ditadura do que com a democracia e os brasileiros preferem um governo mais parecido com a democracia que com a ditadura.

Porque é um governo só de homens, quando a maioria da população brasileira é de mulheres.

Porque é um governo de direita, quando a maioria dos brasileiros não é de direita.

Porque é um governo que quer se impor de cima para baixo e não de baixo para cima.

Porque é um governo só de brancos, quando a maioria da população brasileira é de negros.

Porque é um governo só de ricos quando a maioria da população brasileira é de pobres.

Porque é um governo que vai cortar os programas sociais que favoreciam a população mais pobre.

Porque é um governo preparado para reprimir os movimentos sociais e não para dialogar com eles.

Porque é um governo provisório que age como permanente.

Porque é um governo de mentira cheio de verdades.

Porque é um governo sem jogo de cintura.

Porque é um governo com humildade de menos e arrogância demais.

Porque é um governo sem graça.

Porque é um governo cujo presidente é rejeitado pela maioria da população.

Porque é um governo que não dá samba.

Porque é um governo cujo presidente não pode sair na rua.

Porque é um governo que não tem discurso.

Porque é um governo que não sorri.

Porque é um governo sem ordem nem progresso.

Porque é um governo sem povo e sem voto.

Porque é um governo sem um líder de verdade.

Porque é um governo sem alma.

Porque é um governo que dá saudade do governo anterior.

Porque é um governo sem projeto.

Porque é um governo que não joga bola.

Porque é um governo novo que já nasceu velho.

Porque é um governo sem malemolência.

Porque é um governo que nasceu de um golpe.

Porque é um governo que não representa os brasileiros.

E um governo que não representa os brasileiros não pode governar o Brasil.

Alex Solnik é jornalista. Já atuou em publicações como Jornal da Tarde, Istoé, Senhor, Careta, Interview e Manchete. É autor de treze livros, dentre os quais "Porque não deu certo", "O Cofre do Adhemar", "A guerra do apagão", "O domador de sonhos" e "Dragonfly" (lançamento setembro 2016).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.