11 de jun de 2016

MP pede que Cláudia Cruz e outras três pessoas devolvam R$ 34 milhões aos cofres públicos

Esposa do presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha, é acusada de integrar um esquema de pagamento de propina, remessa de recursos ao exterior e lavagem de dinheiro envolvendo a Petrobras. Segundo as investigações, ela teria usado os valores na compra de serviços e artigos de luxo, como ternos, bolsas, sapatos e roupas


O Ministério Público Federal pediu ao juiz Sérgio Moro que fixe em US$ 10 milhões (equivalente a R$ 33,9 milhões) o valor mínimo a ser devolvido aos cofres públicos pela jornalista Cláudia Cruz, esposa do presidente afastado da Câmara Eduardo Cunha, o lobista João Augusto Henriques, o ex-diretor da Petrobras Jorge Zelada e o empresário português Idalécio Oliveira.

Eles são acusados de integrar um esquema de pagamento de propina, remessa de recursos ao exterior e lavagem de dinheiro envolvendo a Petrobras. Segundo o Ministério Público, a conta de Cláudia lavou US$ 1,079 milhão na compra de serviços e artigos de luxo, entre 2008 e 2015, nas cidades de Nova Iorque, Miami, Orlando, Barcelona, Zurique, Paris, Roma, Lisboa e Dubai. A quantia foi gasta em artigos de grife como ternos, bolsas, sapatos e roupas.

No Fórum

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.