9 de jun de 2016

Líder tucano Moro abre ação penal contra mulher e filha de Eduardo Cunha


O juiz federal Sergio Moro aceitou denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal (MPF) e abriu ação penal contra Claudia Cruz e Danielle, respectivamente mulher e filha do presidente afastado da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

De acordo com a acusação, Claudia e Danielle seriam beneficiárias de contas mantidas secretamente no exterior que seriam controladas por Cunha. O deputado já foi acusado por corrupção e lavagem de dinheiro pela Procuradoria-Geral da República (PGR) ao Supremo Tribunal Federal (STF). Ele também está afastado do mandato.

A investigação sobre Claudia e Danielle foi desmembrada para a primeira instância, no Paraná, porque ambas não possuem privilégio de foro, prerrogativa prevista a parlamentares.

O caso está tramitando em segredo de Justiça. Para a Operação Lava-Jato, as duas acusadas são co-responsáveis por prática de lavagem de dinheiro.

Com a abertura de processo, Claudia e Danielle passarão a responder à ação penal e terão de ir a Curitiba para atos processuais, como interrogatórios e oitivas de testemunhas.

No Esquerda Caviar

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.