6 de jun de 2016

"Cerra", quantos estavam com o Hollande?

Fez um selfie e diz que "esteve brevemente"


O "Padim Pade Cerra" foi a Paris, exclusivamente, para ter uma audiência privada com o Presidente Hollande e dar "legitimidade" ao Golpe — uma legitimidade que até agora não conseguiu: o Obama ainda não ligou para dar felicitações ao novo "presidente"...

"Cerra" torrou o dinheiro do contribuinte para ir a uma reunião da inócua OCDE — e ainda por cima esculhambou o relatório da OCDE que esculhambou o Brasil.

Não precisava torrar o dinheiro do contribuinte para fazer isso.

Ele foi para estar com o Hollande, numa sessão privada, presidencial, como foto e tudo!

E voltar com a coroa de "Napoleão da Moóca", e ser pendurado no Louvre, com David.

Não conseguiu.

Além do mais, pé gelado, levou a Paris uma enchente de proporções bíblicas.

Deve ter ficado trancado no hotel...

(E quando saiu à rua foi para bater boca com jornalista).

Mas, na inútil reunião da OCDE, na presença de centenas de outros participantes, ele tirou um selfie com Hollande.

Depois, numa histórica entrevista à BandNews, disse que esteve com ele "embora brevemente" e tratou das relações entre o Mercosul e a União Europeia, onde, como se sabe, há caudalosos subsídios à agricultura.

Como se o tema pudesse ser discutido enquanto se faz um selfie...

Depois, disse que o Hollande "confia nas instituições democráticas brasileiras".

Fanfarrice.

Hollande falou isso no discurso, na solenidade, diante de centenas de pessoas, e não apenas para o "Cerra".

Trata-se, portanto, de uma nova versão dos diplomas de Engenharia e Economia com que se apresentava à Justiça Eleitoral, sem que existissem.

Ou não foi ele quem, na campanha eleitoral contra a Dilma, disse que era amigo intimo do Luis Gonzaga...

E o Luis Gonzaga jamais o tinha visto mais magro, com aquele olho direito fora da órbita terrestre.

Como agora: "ainda que brevemente" com o Hollande.

Paulo Henrique Amorim
No CAf

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.