11 de jun de 2016

Caixa dois que beneficiou a campanha de Marina Silva em 2010

De acordo com o jornalista Lauro Jardim, o ex-presidente da empreiteira se comprometeu com os procuradores a falar do caixa dois que beneficiou a campanha de Marina Silva em 2010; pedido do dinheiro teria sido feito por Guilherme Leal, um dos donos da Natura


A delação do ex-presidente da empreiteira OAS, Léo Pinheiro, pode comprometer Marina Silva. É o que afirma o jornalista Lauro Jardim, de O Globo, na coluna que deve ser publicada neste domingo (12), mas que já circula por jornais regionais.

Segundo ele, Pinheiro se comprometeu com os procuradores a falar do caixa dois que teria beneficiado a campanha da então candidata à presidência, em 2010.

Ainda de acordo com as informações do jornalista, o pedido do dinheiro foi feito por Guilherme Leal, um dos donos da Natura, candidato a vice-presidente de Marina naquela eleição. Alfredo Sirkis, ex-presidente do PV, teria acompanhado a negociação.

Caso se confirme, a revelação deverá ter ampla repercussão, já que a ex-presidenciável sempre tentou vincular sua imagem à ética e à alternativa de mudança do atual sistema político. Na prestação de contas da campanha, não há qualquer registro de doação da OAS.

No Fórum

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.