19 de jun de 2016

A pornografia venceu. Frota na Educação!

Em uma de suas primeiras audiências oficiais como ministro da Educação do covil golpista de Michel Temer, o demo Mendonça Filho recebeu em Brasília o ator-pornô Alexandre Frota. A visita íntima, não prevista na agenda ministerial, gerou uma onda de chacotas nas redes sociais. Muitos ironizaram as contribuições para o ensino da sumidade intelectual do mundo da pornografia e da sacanagem. Até propuseram que o charlatão fosse nomeado para chefiar o bordel do Ministério da Educação. Agora, porém, a piada pode virar realidade. O chefão do DEM acaba de entrar para a linha de tiro do Palácio do Planalto, podendo ser o quarto "sinistro" decapitado do governo interino e fugaz de Michel Temer.

Nesta sexta-feira (17), o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, relatou ao Supremo Tribunal Federal (STF) que "foram encontrados indícios de possível recebimento de propina" pelo ministro da Educação. Mendonça Filho (DEM-PE) teria recebido R$ 100 mil em vantagem indevida, disfarçada de doação eleitoral, na campanha de 2014. As provas foram encontradas em uma mensagem no celular de Walmir Pinheiro, ex-diretor da construtora UTC, uma das empreiteiras investigadas na Lava-Jato. Também foram encontrados uma folha impressa identificando a sigla (DEM) e os dados bancários de uma conta para doações. Com base nestas informações, Rodrigo Janot concluiu:

"Curioso observar que na prestação de contas oficiais da campanha do deputado Mendonça Filho, há o registro de doação de exatos R$ 100 mil pelas empresas Construtora Odebrecht e Queiroz Galvão, cada. Ainda a UTC Engenharia efetuou doação de R$ 100 mil ao Diretório Nacional do DEM no dia 5 de setembro de 2014 e outra quantia de igual valor em 5 de agosto de 2014... Assim, por estarmos diante de elementos indiciários de possível pagamento de propina à campanha do citado parlamentar federal, certa e a competência desse STF para a análise e processamento de eventual investigação criminal a respeito".

A dura conclusão de Rodrigo Janot foi enviada do STF em 26 de janeiro deste ano, mas só agora veio a público — após o desfecho do "golpe dos corruptos" que afastou temporariamente a presidenta Dilma Rousseff. Na bolsa de apostas de Brasília, já circula o boato de que o demo Mendonça Filho não vai durar muito tempo no cargo de ministro de Educação. Desta forma, o Judas Michel Temer pode até nomear o educador pornográfico Alexandre Frota para ser o novo ministro da área. Não seria de se estranhar. Afinal, nesta semana o interino alucinado já indicou o dono do "helicoca" — o helicóptero com quase 500 kg de cocaína — para ocupar um cargo expressivo no Ministério dos Esportes.

Altamiro Borges

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.