1 de mai de 2016

O trio do Temer foge do voto

Não vencem uma eleição há dez anos!

Engraçado: Wellington, Geddel e Padilha estão mais perto da cadeia do que da urna
Letícia Fernandes, de O Globo, publica comovente hagiografia do trio “mais próximo” do vice, que “não vence uma eleição há dez anos”!

É uma descrição da imaculada, pura, virginal carreira de Wellington Moreira Franco, Eliseu Padilha e Geddel Vieira Lima, que vivem mais perto da cadeia do que da urna eletrônica.


Wellington concluiu seu mandato de deputado federal em 2006.

Depois disso, ousou cometer um fato inusitado na História das Eleições em supostas democracias: ele foi candidato a prefeito de Niterói, foi para o segundo e desistiu de disputar o segundo turno.

Sabia que ia tomar uma surra impiedosa.

O Padilha tem uma larga experiência no Executivo: foi prefeito de Tramandaí.

Em 2010, não se candidatou a Senador, quando, sabia, ia tomar uma surra como a que esperava o Wellington em Niterói.

E o Geddel Vieira Lima, perseguido por epítetos implacáveis que os baianos lhe aplicam, foi candidato a governador da Bahia e levou uma surra do Jaques Wagner.

Tentou ser senador e tomou outra surra, agora do Otto Alencar, que reuniu 56% dos votos.

São uns perdedores irremediáveis.

Sem falar no Temer.

Elegeu-se deputado federal em São Paulo com toda a máquina do PMDB nas mãos, e conseguiu apenas 99 mil votos, em 2006.

E foi para a Câmara em último lugar na chapa do partido.

Por isso que eles querem o Golpe.

Porque, pelo voto, não chegariam lá!

E é por isso que as eleições, com plebiscito ou com PEC, se realizarão brevemente, como prevê a Vox Populi.

Porque esse Governo da Globo, do Geddel, do Wellington, do Padilha e do Temer não tem legitimidade para assinar um convênio com a Fundação Roberto Marinho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.