5 de mai de 2016

Barão renova diretoria e defende batalha contra o golpe


Aconteceu, na quarta-feira (20), a assembleia anual do Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé. A atividade reuniu diretores, integrantes dos núcleos regionais e do Conselho Consultivo para aprovar a renovação da diretoria da entidade e definir o planejamento para o próximo período, que promete ser agitado devido ao golpe à democracia perpetrado pelo processo ilegal de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

"A mídia foi o principal agente articulador do golpe", opinou Altamiro Borges. Para o presidente do Barão de Itararé, os grandes meios de comunicação foram responsáveis por 'chocar o ovo da serpente', do ódio e da intolerância na sociedade brasileira. "Pagamos pelo governo não ter enfrentado a batalha da democratização da mídia. Essa bandeira, que já estava 'mofada', tende a ser enterrada", avalia. "Será difícil pedir a Michel Temer para que regule o setor?".

Nesse sentido, o campo das mídias alternativas e do ativismo digital tendem a ser alvos preferenciais do novo e ilegítimo governo. "Se o golpe se consolidar, viveremos um período de grande regressão, que se dará em todos os terrenos - trabalhista, sindical, na defesa da soberania nacional e, especialmente, na área da comunicação", assinala. "Já estão matando o Marco Civil da Internet, por exemplo, o que pode atingir em cheio a produção e a sobrevivência das mídias alternativas e do ativismo digital". 

Com os imimentes ataques aos comunicadores do campo contra-hegemônico, é preciso apostar na articulação. "O Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC) ganhará ainda mais importância, como centro aglutinador desta luta. O movimento brasileiro de blogueiros e ativistas digitais, que é sui generis no mundo, terá seu 5º encontro nacional em maio. Trata-se de um segmento importantíssimo para os dias vindouros", aponta Borges. "O esforço tem de ser em denunciar a manipulaçãoda mídia e escancarar a farsa que é o novo governo. É necessário desmoralizar os golpistas, o que já vem sendo em larga escala pela imprensa internacional". 

O papel do Barão de Itararé

Secretária-Geral da entidade, Renata Mielli fez um balanço da atuação do Barão de Itararé, já projetando a intensificação das lutas. Para além dos debates, seminários e diversas atividades realizadas no último ano, ela ressaltou a importância da participação no FNDC ao lado de diversas organizações da sociedade civil. "Acreditamos que a luta pela democratização da comunicação só entrará na agenda de mobilização social se abraçada por todo o movimento social, o que tem sido a tônica do trabalho do FNDC", pontua.

Além disso, Mielli também citou a construção do Coletivo Futebol Mídia e Democracia, formado a partir do Barão de Itararé. "A campanha Jogo 10 da Noite Não! é um exemplo de bandeira importante e que ganha adesão espontânea, agregando diversos segmentos da sociedade", salienta.

Por fim, a jornalista reforçou a importância dos núcleos do Barão de Itararé. "São 11 núcleos regionais e um estadual, que atuam de acordo com suas condições e especificidades, fortalencendo o Barão de Itararé a luta por uma mídia democrática", afirma. 

 

Confira, abaixo, a relação completa da nova diretoria e conselho fiscal do Barão de Itararé. Os novos integrantes tomam posse no dia 15 de maio.

DIRETORIA
Presidente – Altamiro Borges;
Secretária geral – Renata Mielli;
Diretora de Finanças e Planejamento – Danielle Penha;
Diretora de Estudos e Pesquisas – Rita Casaro;
Diretor de Comunicação – Rodrigo Vianna;
Diretor de Formação – Maria Alice;
Diretora de Políticas Públicas – Anderson Bahia;

SUPLENTES DA DIRETORIA
Alex Capuano;
Aparecido Araújo Lima;

CONSELHO FISCAL
Luis Felipe;
Tiago Cassis;
Ana Flávia Marx;

SUPLENTES DO CONSELHO FISCAL
Bea Tibiriçá;
Larissa Gould;
Raimunda de Souza Gomes (Doquinha);

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.