3 de abr de 2016

Os negócios (não vem ao caso) da família do FHC Brasif

Carta Capital arromba a lavanderia


O FHC Brasif oferece aos (reduzidos) leitores do Globo Overseas e do Estadão em comatoso estado um daqueles artigos dominicais untados de colesterol em que cita — sem dar o crédito — sua mais nefanda herança: "uma organização criminosa se apossou do Estado", para se referir ao PT do mensalão.

Sim, porque o mensalão do PSDB morreu com o Sérgio Guerra!

FHC escreve um artigo que não vai a lugar nenhum.

A Constituição é o caminho — diz ele!

Então, não vai ter Golpe, porque a Constituição exige um crime de responsabilidade para apear o Presidente da República!

Ele parece copiar os argumentos (sic) do filho daquele ideologo integralista-fascista, o Miguel Reale, o jurista deste Golpe!

Jurista tão bom que nem o FHC Brasif conseguiu mantê-lo no Ministério da Justiça!

Depois, FHC se embaralha num labirinto de soluções e propõe "mudar as práticas politico-eleitorais" — como a compra de reeleição, por exemplo!

É um Tartufo, para dizer pouco (a Mírian Dutra prefere chamá-lo de outras coisas...)

Mas, nesse mesmo domingo, Lúcio de Castro na revista Carta Capital, faz um levantamento completo das atividades off-shore da "familia Cardoso", especialmente do filho, Paulo Henrique, que prosperou à sombra do pai.

E lá está o Papai a assinar a ficha de inscrição em empresas off-shore — a Ibiuna LLP — e a receber grana a rodo da Odebrecht...

Mas, isso, como diria o Juiz Moro — que se prepara para ser devidamente destituido — como diria o Moro, isso ... não vem ao caso!

Paulo Henrique Amorim

No CAf

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.