4 de abr de 2016

O último tango de Gato Barbieri



Morre lenda do jazz, o argentino Leandro "Gato" Barbieri


O saxofonista argentino Leandro "Gato" Barbieri, lenda do jazz de todos os tempos e ganhador de um Grammy em 1972 pela trilha sonora do filme "O Último Tango em Paris", morreu em Nova York, aos 83 anos.

"Hoje perdemos um ícone, um pioneiro e um amigo querido", afirmou o clube de jazz New York Blue Note no Twitter, onde se apresentava. O artista, que nasceu na cidade Rosário, norte de Buenos Aires, morreu neste sábado por causa de uma pneumonia.


Em 2015, o argentino recebeu um Grammy Latino por sua carreira. Barbieri integra uma reunião de músicos argentinos que atravessam as fronteiras de idioma hispânico e faz parte de de um quadro de honra ao lado de Astor Piazzolla, Mercedes Sosa, Lalo Schifrin e Carlos Gardel.

Barbieri foi um exímio intérprete do sax tenor, gravou cerca de 50 álbuns e tocou ao lado de mestres como Don Cherry, Cecil Taylor, Charlie Haden, Pharoah Sanders, Roswell Rudd e Ron Carter.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.