28 de mar de 2016

Wagner: “temos os votos!”

Oposição quer ganhar no abafa, no grito e no jornal nazional - PHA​


Na véspera de o PMDB se reunir em convenção (“reunir” o PMDB é uma impossibilidade material: o PMDB não se une nem para ocupar a Casa da Moeda!), mas, pouco antes de o PMDB se reunir em convenção para decidir se rompe com o Governo, o Conversa Afiada conversou por telefone com Jaques Wagner, chefe do gabinete da Presidenta da República e braço direito do Ministro-Chefe da Casa Civil, Luiz Inácio Lula da Silva:

— Seja qual for o resultado da convenção, o PMDB continuará rachado;

— Temer não controla o Partido;

— Não há número na Câmara para o impeachment;

— A oposição não tem os votos;

— Se uma parte do PMDB for, oficialmente, para o impeachment, vamos governar com minoria;

— E daí? É possível governar com minoria no Congresso;

— O Governo vai chamar e tem chamado para mais perto os congressistas indecisos, ou que são nossos e não estejam convencidos de que os adversários tem os votos para o impeachment;

— A oposição está fazendo o jogo do abafa, no grito: é a debandada!;

— É preciso analisar com muita calma o verdadeiro impacto do Jorge Picciani, no Rio, na bancada federal – leia “A Oposição depende do PMDB para dar o Golpe – ôba!”;

— Até que ponto o Picciani controla a bancada dos deputados federais do PMDB do Rio.

Paulo Henrique Amorim

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.