22 de mar de 2016

Os Golpistas acordaram o Legalismo do brasileiro

A defesa da Legalidade é maior que o PT, a Dilma e o Lula!

golpe não vai ter_phixr.jpg
Estudante perseguido no Rio, em 1968. Foto imortal do gênio baiano/carioca Evandro Teixeira
De todos os cantos do Brasil, de todos os Faces, Twitters, Instagrams, whatsapps, passeatas, centros acadêmicos, sindicatos, botequins, de todas as classes, de todos os níveis de Educação, o gigante despertou: o gigante da Legalidade!

O Golpe despertou o legalismo que estava sob uma suposta letargia, apatia, alienação do brasileiro!

No suposto apolitismo dos que se beneficiaram com os programas sociais e pareciam tucanos!

Mentira!

Eles estavam vivos e ninguém os via, porque na Globo, como se sabe, o importante não é o que ela divulga, mas o que ela NÃO divulga!

Havia uma outra falácia: o brasileiro não tem memória!

Tem, sim!

Agora se sabe!

Tem a memória da resistência heroica da rede da Legalidade de 1961, do Golpe hediondo de 1964, da eleição revolucionária do Lula, da eleição da Dilma e da tentativa de sequestrar a eleição no dia seguinte à vitória consagradora!

Tem memoria!

E sabe de que lado está o seu interesse!

O interesse nacional!

E o interesse de classe.

Porque os Golpistas querem manter seus privilégios — as regalias do 1% e seus dóceis escribas.

Os golpistas descobriram, repentinamente, depois da prisão do Lula e a divulgação criminosa dos grampos da Dilma, que o brasileiro está disposto a sair das redes sociais e ir para as ruas — e para as trincheiras, se for preciso !

Para defender a Legalidade!

E esse movimento é maior do que o PT.

E maior do que a Dilma e o Lula!

De repente, se ouve, na voz rouca das redes sociais, esse grito libertador: não vai ter Golpe!

E chega às ruas.

Onde as luzes se acenderam!

Paulo Henrique Amorim

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.