7 de mar de 2016

Luciana Genro responde a Pablo Villaça e ele faz a tréplica

Para compreender, leia o post: Fazer a História é mais importante do que comentá-la

Oi Pablo Villaça, eu não te conhecia, então não posso dizer que acompanhava teus posts, mas minha irmã sim, e graças a ela li teu texto e resolvi vir aqui te responder.

Primeiro, não aceito que me chames de cínica. Cínicos são os que dizem ser contra a corrupção mas acham que se ela for feita pelo PT deve ser tolerada, pois afinal, a corrupção do PSDB nunca foi investigada. Isso sim é cinismo.

Eu lutei, aliás como petista, contra a corrupção do PSDB durante o governo FHC, e sigo lutando agora. Segundo, eu tenho lutado muito pelo amplo direito a defesa como advogada criminal, coisa que os acusados pobres não tem e nunca tiveram de fato.

A condução coercitiva do Lula foi desnecessária, sem dúvida, mas isso não é novidade no Brasil. Pessoas presas sem julgamento são 30% da massa carcerária do país. Lula não foi preso, e foi tratado com dignidade pelos policiais, coisa que não acontece com os acusados pobres.

O espetáculo midiático também é uma constante com os acusados pobres, é só assistir os programas sensacionalistas e vais ver os "bandidos" sendo expostos das formas mais vexatórias imagináveis. Então o problema não é só com o Lula.

O que ocorre é que as elites políticas e econômicas estão sendo vitimas, na operação lava jato, do mesmo tipo de sistema penal que a maioria do povo já conhece há tempos. Eu luto contra isso, e não só para o Lula, mas para todos. Mas ser contra este tipo de tratamento aos acusados não significa defender o Lula.

O mais grave não está recebendo a atenção devida. Ele, sua empresa de palestras e seu Instituto receberam mais de R$ 10 milhões da empreiteiras corruptas da lava jato. Além disso, que é comprovado, há a suspeita de que ele recebeu presentes destas mesmas empresas, como a reforma no sítio e talvez até um apartamento.

Para mim isto é mais do que suficiente para não defender o Lula. Ou achas que as empreiteiras dão dinheiro e presentes ao Lula por que ele defende os trabalhadores? Por isso digo e repito, o governo do PT não é de esquerda. aliás como poderia ser de esquerda um governo que faz um ajuste fiscal cortando programas sociais e não mexe nas benesses tributárias dos bancos e nem nos milhões que vão para pagar juros da dívida púbica?

O PT fala em golpe mas foi o partido que nomeou 8 dos 11 ministros do STF, 6 dos 7 ministros titulares do TSE, comanda o país há 13 anos e seguiu distribuindo fartas verbas para os "golpistas" da Globo, foram 6,2 bilhões nestes 13 anos.

Por fim, não, eu não penso que se houver imepachment (o qual o PSOL é contra desde o início) virá um governo de esquerda. Pode vir a Marina, pode vir o PSDB, ninguém sabe. Mas isso não será resultado da ação do PSOL, que vem há 10 anos lutando para construir uma alternativa de esquerda para o Brasil. Será resultado da política do próprio PT, que abandonou as bandeiras da esquerda, governou com o que tem de mais podre na política, usou os mesmos métodos que sempre combateu e se entregou para banqueiros e empreiteiras, que foram os que mais ganharam nestes 12 anos. Não se engane, os programas sociais representam 1% do que foi para os cofres dos bancos e empreiteiras, seja em juros da dívida pública, seja em obras super faturadas.

O PT perdeu a chance de desmantelar este sistema corrupto, se moldou a ele, e agora as elites estão descartando o PT por que querem governar com seus filhos legítimos, como o Aécio. E querem que o PSOL se solidarize? Não vai dar. Temos que construir uma alternativa, para que se não agora, mas no futuro, seja possível uma esquerda autêntica governar o Brasil. E não será defendendo um líder sustentado pelas empreiteiras corruptas que vamos conseguir por de pé esta alternativa.

Saudações!



Em primeiro lugar, é surpreendente ver alguém que se diz porta-voz de um partido (ou age como tal) repetir acusações como se fato fossem. Até agora, todos os valores recebidos por Lula e pelo Instituto tiveram fonte e natureza comprovadas. Quanto aos "presentes", se assim prefere chamar a reforma de um apartamento que Lula recusou e a estadia em um sítio que comprovadamente não é seu, é possível discutir a natureza ética, mas não a legalidade. E ao repetir isso, você apenas reforça o maniqueísmo da mídia que diz condenar, mas cuja propaganda não hesita em ecoar.

Da mesma maneira, você pode questionar a verba publicitária gasta na Globo (como eu questiono), mas, novamente, não pode acusá-la de ilegal - e muito menos usá-la como desculpa para negar o golpismo da emissora. Se faz isso, ou é por ingenuidade ou má-fé. Espero que a primeira opção seja a verdadeira.

Para encerrar, você usa as políticas econômicas do governo para justificar sua defesa da ação golpista da mídia e do judiciário - e só isso, para mim, já justificaria minha afirmação de JAMAIS voltar a manifestar qualquer tipo de apoio às suas candidaturas ao que quer que seja (embora já a tenha elogiado no passado). Porque uma pessoa que se pretende líder de um partido não deveria JAMAIS usar discordâncias ideológicas e/ou políticas como justificativa para uma postura cúmplice (que só ressaltou neste seu comentário) para com o que hoje testemunhamos no Brasil. Isto é indigno não só de sua parte, mas da esquerda que afirma representar.

Eu sempre me posicionei infinitamente mais à esquerda deste governo (que, repito, não considero mais de esquerda), mas nunca usaria minhas inúmeras discordâncias como desculpa para abraçar a mesma postura anti-democrática, travestida de falsa neutralidade, que apenas reforça o golpismo através de um judiciário politizado e de uma mídia que fará de tudo para impedir os avanços sociais já conquistados e que nem mesmo você poderia negar.

Se você é o melhor que a "verdadeira" esquerda tem a oferecer, cara Luciana, estamos mesmo lascados.

Cordialmente,

Pablo

28 comentários:

  1. Eu Gosto muito de um texto do critico Spam do Blog Tudo em cima - Esquerda sectária ajudou a chocar o ovo da serpente nazi-fascista no Brasil...Nós que defendemos de cara e peito abertos os governos do PT desde o primeiro dia, mesmo conscientes de suas limitações e falhas, não podemos esquecer dos militantes da chamada "ultra-esquerda-sectária", principalmente os ligados ao PSOL, que ajudaram, e muito, a fomentar a escalada do ódio e do golpismo que hoje transbordou da panela do nazi-fascismo tupiniquim.....Pessoas sem qualquer responsabilidade com as bandeiras e as camadas sociais que juram defender, que desde que a direita começou a tentar derrubar Lula, em 2005, passaram a nos atacar com fúria às vezes maior do que um Bolsonaro da vida.
    E sempre movidos a rancor, recalque ou acovardados atrás de um purismo ridículo e inviável que usam apenas para nunca precisar virar vidraça.
    Em 2014, quando as manifestações pelo transporte público perderam o rumo e foram sequestradas pela direita, esses sectários idiotas CONTINUARAM a dar todo apoio a elas e a inflamar seus militantes a participar delas, o que resultou na trágica morte de um cinegrafista da TV Bandeirantes.
    Claro que depois dessa morte, eles tiraram o corpo fora, como todo bom covarde sempre faz, e saíram falando que não tinham nada a ver com isso.
    Vamos dar nomes a alguns bois: Gilberto Maringoni, Luciana Genro, Chico de Oliveira, Plínio de Arruda Sampaio (falecido), Rafael Tsuvako e vários outros que nem lembro ou nem vale a pena perder tempo citando.

    A HISTÓRIA SERÁ CRUEL COM ESSES CANALHAS.

    ResponderExcluir
  2. Xeque-Mate na Luciana!
    Já defendi a postura dela e mesmo sua candidatura, mas esse "moralismo difuso" que mostra a ambição de ocupar, a qualquer preço, o locus do PT entre os de esquerda, mostra a que a política pra ela está acima dos interesses do povo.
    Ao falar "Por fim, não, eu não penso que se houver imepachment virá um governo de esquerda. Pode vir a Marina, pode vir o PSDB, ninguém sabe. (...) para que se não agora, mas no futuro, seja possível uma esquerda autêntica governar o Brasil", ela deixa claro que está disposta a retroceder o país para as mãos destes só para na frente ter chance com a "esquerda autêntica".
    Até o ocorrido no dia 5/4/2016, eu cheguei a acreditar que a Luciana era melhor que HH e o PSOL tinha evoluído. Agradeço por terem se mostrado de verdade! Ninguém esperava que se alinhassem ao PT, mas esperei que não fizessem coro ao golpe e defenderiam, não Lula, mas a democracia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tb já fui encantada por ela! FUI!!!!!!

      Excluir
  3. Essa Luciana Genro não é cínica não, é canalha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E muito burra tambem, sera que ela espera receber de herança o legado e os votos petistas kkkkkkkkkkkk

      Excluir
  4. Mais parece a direita falando e sorrateiramente esperando as sobras debaixo da mesa na cada grande.

    ResponderExcluir
  5. Todas as críticas que tanto ela, quanto para a minha tristeza, Jean Willis fazem ao governo do PT, como forma de miigar um possivel apoio no momento atual, pecam num ponto fundamental. Quando falam de aliança com "o que há de mais podre na política" feita pelo PT se esquecem das amarras políticas desse modelo gestado na constituição de 88", pensado que o parlamentarismo seria vencedor no plebiscito. A partir dai qualquer governo passou a ser refem do congresso e de suas chantagens. Está aí o PMDB- o pior cancro desse pais = a viver fazendo ameaças. E agora a oposição se propondo a obstruir tudo o que for de interesse do governo. Me perdoem os puristas do PSOL mas eles esquecem o mundo real em que a política/ ou congesso chafurda.
    Se esquecem tambem da História. Lembram das ameaças da classe empresarial ao Lula quando ele ganhou a eleição. Ele assumiu manietado por todas as forças conservadoras loucas para um pretexto para destitui-lo, no mínimo apostando no seu fracasso.
    E muito feio a Luciana Genro assumir todos seletivos vasamentos que culpabilizam o Lula como a maior expressão da verdade. Até que isso seja devidamente provado, a atitude dela é da mais pura conivência.
    Em tempo, tambem critico muitissimo todos esses governos do PT; acho o governo Dilma pífio; ela está literalmente acossada pelos lobos e infelizmnte toma decisões erradissimas contra quem poderia defendê-la. Mas daí a fazer o jogo do PIG e dos interesses entreguistas dessa oposição, Jamais.

    ResponderExcluir
  6. Muitos que hoje acusam o golpe tem seruas criticas e divergencias ao PT,mas são defensores da democracia.Se um governo não é bom,se critique,e tente muda-lo pela via democratica ,o voto.Me espanta aLuciana fazer afirmações sobre dinheiro recebido por Lula como fato consumado de corrupção,se apis tantos anos,tendo sua vida e de sua familia investigada com lupa não ter sido encontrado indicios de corrupçâo ou entiquecimento ilicito.É de uma ma vontade,fala pelo figado,esta completamente disso iada do grave momento do pais.Pequena em todos os sentidos,consumida pelo ressentimento de não ter galgado poder dentro do PT por isto saiu,como Heloisa Helena e Marina.

    ResponderExcluir
  7. Não puxou á nenhum pelo pubiano do seu Pai!

    ResponderExcluir
  8. Ô Luciana, ô mulher, ô companheira, me economize! Quer dizer que devemos aceitar um ato arbitrário só porque "isso não é novidade no Brasil". Valha, e eu lutando a vida toda sem saber que só deveria lutar quando uma injustiça fosse novidade. Mas, voltando ao assunto, pra tanta insanidade eu diria que das duas uma: ou é cinismo ou é burrice. Aliás, você tem se mostrado um primor de desonestidade política, sintoma daquela velha doença infantil que não distingue a realidade da mágoa. Você daria um ótimo par para a Blablarina, a campeã das campeãs, que já defende a ditadura.

    ResponderExcluir
  9. Luciana está certíssima. Culpar um setor da esquerda por uma crise que é resultado das ações do próprio PT é o que é de uma ingenuidade ou canalhice retumbante. Por mais que eu seja contrário aos atos inescrupulosos do bloco Globo+MPF, esse governo ataca diariamente os trabalhadores. Portanto, do ponto de vista meu, trabalhador, os dois são meus inimigos.

    ResponderExcluir
  10. Para mim ela está despertando de um torpor. quando acordarem desse hipnose poderão ver que estão delirando.

    ResponderExcluir
  11. A esquerda ortodoxa é tão cúmplice dessa bandalheira fascista, quanto a mídia golpista e direitalha. Só conseguirei respeitar o PSOL quando o mesmo virar PLUA - Partido da Luta Armada, do contrário, disputando o mesmo parlamento burguês, não terão moral de falar nada a respeito de quem quer que seja. Disputam o mesmo espaço e o pior, ficam sempre do lado da direita da casa-grande. Vale lembrar que seu nascimento ocorreu numa debandada no meio de um PED do PT. Simplesmente abandonaram o barco, quando natural seria terem ficado até o final e saíssem discordando do resultado e postura final. Fico de boca aberta com a postura da Luciana, pois nesse momento o que está em jogo não é o PT, Lula ou mesmo Dilma e sim um golpe na democracia. Quem ficar do lado de lá, mais dias, menos dias, serão julgados pela história.

    ResponderExcluir
  12. Luciana Genro sempre foi isso aí. Tem formação, tem militância mas não tem discernimento. É capaz de defender a morte de alguém se interesses ideológicos forem beneficiados. Ou seja, é um discurso e uma prática despótica e autoritária. Reverberar as acusações contra Lula como se fossem verdade, ignorar sua defesa e reclamar, como se fosse recalque, do dinheiro que ele conseguiu livre e legalmente no mercado é o cúmulo da falsidade. Pode-se reclamar que Lula não é o Mojica enquanto tecla do seu Macbook e atende o seu iPhone, mas ela nunca poderia criminalizar o que é ilação maldosa e opção de trabalho.

    ResponderExcluir
  13. Não acho ela ingênua não, Pablo. Para mim ela age de má fé mesmo... Lobo em pele de cordeiro. Não vale nem perder seu precioso tempo com a víbora... Pseudo-esquerdista...

    ResponderExcluir
  14. Na verdade, a corrupção no Brasil é antiquíssima, vem desde D.João III que em 1530 dividiu o Brasil em Capitanias Hereditárias.
    Sabe por quê só duas próperaram, São Vicentee Pernambuco? Porque os Donatárias das outras, usavam os recursos que vinham da Coroa em benefício próprio, lembram como são os Políticos? Como agem?
    A Direita odeia o Lula, pelos benefícios sociais que ele propiciou aos pobres, tais como: Pronatec, Enem,etc...
    Isso enfureceu a Burguesia, a Elite branca e a Classe Média Alta.
    Já imaginou, um negro estudando numa Universidade Federal, se
    ntado ao lado de um filho de um Juiz, Desembargador, etc? Para essas classes, isso foi um ascinte.
    Essa briga vergonhosa é pelo poder, nada mais que isso.

    ResponderExcluir
  15. Na verdade, a corrupção no Brasil é antiquíssima, vem desde D.João III que em 1530 dividiu o Brasil em Capitanias Hereditárias.
    Sabe por quê só duas próperaram, São Vicentee Pernambuco? Porque os Donatárias das outras, usavam os recursos que vinham da Coroa em benefício próprio, lembram como são os Políticos? Como agem?
    A Direita odeia o Lula, pelos benefícios sociais que ele propiciou aos pobres, tais como: Pronatec, Enem,etc...
    Isso enfureceu a Burguesia, a Elite branca e a Classe Média Alta.
    Já imaginou, um negro estudando numa Universidade Federal, se
    ntado ao lado de um filho de um Juiz, Desembargador, etc? Para essas classes, isso foi um ascinte.
    Essa briga vergonhosa é pelo poder, nada mais que isso.

    ResponderExcluir
  16. Luciana, existem melhores maneiras de fazer o país avançar. Não precisa fortalecer a direita num jogo oportunista eleitoral, que só é melhor que o financiamento privado de campanha (que tanto condenamos)porque elege menos gente. Ganhar votos com blefe é anti-etico. Existem melhores maneiras de fazer o país avançar. Que tal conquistar mais espaço no legislativo e fazer pressão a esquerda contra o governo? Não dá pra ter 3 votos num parlamento de 500 membros e cobrar que um partido minoritário encare sozinho as feras da direita (no voto e não no discurso). Sabemos que seu partido critica o modus operandi do PT, mas ainda não ofereceu alternativa. Lutar contra a corrupção não é bandeira politica. Todos nós sabemos que a corrupção pode acabar e o país piorar. Gente proba de direita faz muito mal ao país porque os grandes roubos e desvios são feitos sob o beneplácito da lei. As isenções fiscais e as politicas de juros altos não são fruto da corrupção mas de uma lógica de apropriação legal do sistema. Então esse papo de combate a corrupção me parece que interessa a direita que quer discutir o superfluo. Mas vocês inisitem nesse discurso udenista moralista.

    ResponderExcluir
  17. Eu estou estupefato! Como que ela pode endossar assim as teses da Globo? Simpesmente assinou um cheque em branco e deu pra revista IstoÉ!!

    ResponderExcluir
  18. Para mim é cinismo mesmo, senão vejamos, em sua utopia ou má fé, uma vez o PSOL eleito, iria implementar reformas socializantes radicais com apoio de que partidos.
    Quando houve quebra quebra após a vinda de Binden( "não vai ter copa"), a líder Sininho foi pedir ajuda ao Frejat do PSOL do Rio.

    ResponderExcluir
  19. A primeira coisa que pensei ao ler o texto de Luciana Genro foi exatamente a primeira coisa que Paulo questionou: como ela pode repetir as mesmas acusações sem comprovação que a Veja, Folha, Isto É, Época etc fazem, como se fato fossem. Incrível. E ainda remata o texto afirmando que Lula é "um líder sustentado pelas empreiteiras corruptas". Aí ela mostra todo seu oportunismo e desonestidade. Nada contra o seu questionamento politico, ela e o seu partido tem todo direito de divergir e criticar o PT. Eu particularmente estou de acordo com a sua leitura: é óbvio que o PT não é de esquerda, nunca foi; assim sendo, não representa de verdade os trabalhadores e os seus interesses; também é verdade que desde o primeiro mandato do Lula tem feito alianças questionáveis, os banqueiros nunca ganharam tanto e mais recentemente cortou beneficios sociais enquanto perdoou tributos aos bancos, etc etc. Mas isso não me impede de reconhecer que a "condução coercitiva" foi uma tentativa de golpe e, mesmo que fosse verdade a propriedade do tal apartamento ou outras acusações, ele sequer tinha sido intimado a depor. Luciana não pode negar que foi um espetáculo midiatico e uma injustiça contra a qual há de se levantar a voz, sendo Lula a vitima ou qualquer outro cidadão. É uma afronta ao estado de direito. Esse é o ponto, mas o oportunismo dela foi tão descarado - e desonesto, na minha opinião - que ela aproveitou a visibilidade que o texto do Villaça lhe deu para dar munição para a Veja, que deve estar se deliciando com as afirmações dela e certamente as aproveitará. Estou desapontadíssimo.

    ResponderExcluir
  20. Nossa que tapa no ouvido da Luciana! parabéns

    ResponderExcluir
  21. Eu só aqui pensando com meus botões... como é que se desmantela a roubalheira nesse país, se começando a investigar os crimes de corrupção já vira esta zona de inconformados, tentando esconder a todo custo sua própria sujeira debaixo do tapete? Como me explique Luciana, podemos ver um país se tornando sério, quando investiga-se somente um partido como se nós não soubéssemos da corrupção generalizada na política brasileira? Nós não somos palhaços e nem marionete...

    ResponderExcluir

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.