22 de mar de 2016

Como Aécio é favorecido pelo jornalismo da Globo em Brasília

O Casal Aécio 1 e o Casal Aécio 2
Continuam a chegar ao DCM mensagens de jornalistas da Globo indignados com o que a empresa vem fazendo na caça a Lula e, por extensão, à democracia.

Y remeteu fotos para reforçar uma afirmação que tínhamos dado: a existência de um casal da Globo em Brasília com uma extraordinária vinculação com o senador Aécio, Andreia Sadi e Paulo Cesar Pereira. Ele é coordenador de política do Globo em Brasília, ela repórter de política da GloboNews. Ele é primo de Aécio. Ambos são seus afilhados de casamento dele.

“É importante você dizer que tudo que os repórteres do Globo apuram em Brasília vai dar no Aécio no mesmo dia”, diz Y.

As fotos remetidas por Y estão no Facebook de uma jornalista presente ao casamento.

Pulitzer, o gênio inventor do moderno jornalismo, dizia que jornalista não pode ter amigo, ou seu trabalho fica irremediavelmente comprometido.

A Globo — e não só ela, entre as grandes empresas jornalísticas — pratica o exato oposto de Pulitzer, e você pode julgar, pela qualidade e honestidade jornalística das duas partes, quem está certo e quem está errado.

Os leitores e os espectadores do Casal de Aécio em Brasília são submetidos a uma enxurrada de ‘análises e informações’ sem que tenham ideia de quanto todo o material está envenenado já na origem.

Y diz: “Na época do casório ele estava no Globo e ela na Folha. Por isso a jornalista que registrou no Face o casamento chamou os dois de Chapa Globo-Folha.”

Padrinho feliz
Adicionar legenda
O DCM só dá este tipo de foto e informação por entender que se trata de algo de fabuloso interesse público.

A Folha, com sua transparência cínica, costuma informar os leitores quando seus jornalistas viajam e fazem textos de turismo a convite de alguma companhia aérea ou coisa parecida.

Mas esconde quando eles têm ligações perigosíssimas com as fontes que cobrem.

A rigor, jornalistas jovens como Andreia e Paulo Celso são também vítimas. Ninguém aparentemente lhes contou como a ética jornalísticas é ferida de morte em situações como a que eles vivem. As corporações jornalísticas vão formando pessoas sem noção das coisas, jornalistas que infringem regras básicas e centenárias sem sequer saber o que estão fazendo.

E no entanto eles são capazes de repetir chavões como a hilariante missão do Jornal Nacional. “O Jornal Nacional tem por objetivo mostrar aquilo que de mais importante aconteceu no Brasil e no mundo naquele dia com isenção, pluralidade, clareza e correção.”

Isto é Globo. Isto é Folha. Isto é o jornalismo brasileiro. Isto é a chapa Globo-Folha.

Pobre sociedade.

image54 (1)

Paulo Nogueira
No DCM

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.