28 de fev de 2016

A faísca


É espantoso o poder que uma multidão emocionada exerce sobre um orador. Mão é a primeira vez que testemunho isso, claro (assisti a vários comícios das diretas e já vi Fidel falar para um milhão de pessoas na praça da revolução). Mas é sempre impressionante ver o efeito da energia exalada pela massa sobre quem está com o microfone na mão.

Lula falou em público duas vezes no Rio, neste fim de semana. na sexta, para um grupo de intelectuais, artistas e acadêmicos, em um bem comportado salão no centro da cidade. Eram umas duzentas pessoas, instaladas em cadeiras, diante das quais o ex-presidente falou durante quarenta minutos, de pé, andando de um lado para o outro. Lá estavam, entre muitos nomes, o dramaturgo Aderbal Freire Filho, o grande sociólogo Teotônio dos Santos, o cineasta Luís Carlos Barreto e o músico e ativista Tico Santa Cruz. A certa altura, Lula disse o seguinte:

— O partido tem uma nova geração de militantes qualificados para ocupar os mais altos cargos, e eu estimulo isso. Mas se acharmos que nosso projeto de nação está ameaçado, e se for preciso, serei candidato em 2018.

Um dia depois, neste sábado à noite, Lula topou com uma massa de militantes do PT vindos de todo o Brasil para a festa dos 36 anos do partido, comemorada num lugar lindo do Rio de Janeiro, chamado “Armazém da Utopia” (acho que é uma antiga fábrica restaurada). O astral do público era altíssimo. O momento alto do seu discurso foi quando ele repetiu a promessa da noite anterior, mas não em linguagem bem comportada e professoral, como na sexta:

— Em 2018 eu terei 72 anos! Mas vou estar com tesão de 30 anos para disputar a presidência da república!

A turbamulta entrou em êxtase. Como diria Nélson Rodrigues, o povo tinha arrancos de cachorro atropelado.

Nada como uma boa injeção de adrenalina na veia, aplicada pelo povão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.