5 de out de 2013

Serra desistiu? Aécio que se cuide!

Ele

Em entrevista neste sábado ao jornal Estadão, o senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) reforçou a dúvida que atormenta os tucanos. Apesar de ter anunciado que não trocaria de partido para disputar as eleições presidenciais de 2014, o eterno candidato José Serra ainda está no páreo e vai dar muita dor de cabeça para o cambaleante Aécio Neves. “O Serra tem enorme prestígio político, pessoal, tem voto. Ele tem prestígio real e seu engajamento na campanha é muito importante para a vitória, seja ele candidato ou não. Essa decisão nós só vamos oficializar no ano que vem”.

“Eu diria hoje que a maioria dos militantes do PSDB pende para o Aécio, mas a candidatura Serra, se ocorrer, será vista com naturalidade por todos”, completou Aloysio Nunes, um serrista de carteirinha. A entrevista desmonta a imagem de unidade tucana que os seguidores do senador mineiro e presidente da sigla tentam plantar na mídia amiga. Nada ainda está definido no principal partido da oposição e a decisão da ex-verde Marina Silva de ingressar no PSB e fazer uma dobradinha com Eduardo Campos deve conturbar ainda mais o conflagrado ninho tucano.

No próprio anúncio de que não abandonaria o PSDB, o ex-governador paulista foi enigmático. Ele não disse que apoiaria Aécio Neves – nem sequer citou o seu nome. “A minha prioridade é derrotar o PT, cuja prática e projeto já comprometem o presente e ameaçam o futuro do Brasil... O PSDB, partido que ajudei a conceber e a fundar, será para mim a trincheira adequada para lutar por esse propósito. A partir dela me empenharei para agregar outras forças que pretendem dar um novo rumo ao país”, afirmou o maroto José Serra em sua página no Facebook.

Ao “festejar” a decisão do seu rival de permanecer na sigla, o cambaleante presidenciável tucano também foi cauteloso. “Ainda não é o momento definir a candidatura presidencial do PSDB e do conjunto de forças que se dispuserem a marchar conosco. A presença de José Serra em nossas fileiras fornece a nós, tucanos, e aos partidos aliados uma opção de grande dimensão política a ser avaliada no momento e segundo critérios adequados para o sucesso da luta comum”, afirmou Aécio Neves numa lacônica nota oficial.

Como registrou na ocasião Josias de Souza, blogueiro da Folha com livre trânsito do ninho, as duas manifestações evidenciam que a rinha tucana ainda não foi decidida. “Quem olhar para o PSDB acreditará na possibilidade de paz no Oriente Médio... Serra tentou de tudo para virar candidato. Mas, tudo não quis nada com ele. A bordo do PPS, teria um tempo de propaganda mixuruca. Os financiadores de campanha torceram o nariz. E Serra se deu conta de que a coragem é essa curiosa qualidade que foge justamente nos instantes de maior apavoramento. A taxa de desunião do PSDB não aumentou. Continua nos mesmos 100%”.

Altamiro Borges

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.