5 de set de 2012

Lista de Torturadores - 2 (atualizada em 10/08/2012)

A tortura, como os demais atos violadores dos direitos do homem, concretamente ou em potencial, representa um ataque e uma ameaça genérica.
No Brasil, a tortura, com o apoio de largos setores civis que serviram de base de sustentação da ditadura, foi o método preferencial de investigação. Esta prática impune ainda subsiste e deve ser denunciada, combatida e os torturadores devem ser punidos de acordo com a Lei.
A lista abaixo é resultado de um trabalho coletivo executado pelos sobreviventes do período da ditadura, com a colaboração de entidades que atuam em defesa dos direitos humanos.
Na lista consta 35 torturadores que atuaram no Estado do Paraná, sendo que desses, 08 torturadores destilaram seus instintos bestiais em Foz do Iguaçu.
BACIUK ………………………………………………. Vide Paulo Baciuk
BAÈRE ………………………………………………… Vide João Batista Baère de Araújo
BAIANO……………………………………………….. Vide Elias dos Santos
BALBINOTTI ………………………………………… Vide Antônio Benedito Balbinotti
BAMBU ……………………………………………….. Integrava a Equipe de Busca do DOI-CODI-SP, em 1971, 1972 e 1973
BANDEIRA …………………………………………… Vide Antônio Bandeira
Vide Fábio Bandeira
BARBEDO ……………………………………………. Vide Cláudio Cabral Barbedo
BARBOSA ……………………………………………. Vide Carlos Ardovino Barbosa
Vide Derly Barbosa
Vide Djalma França Barbosa
Vide Gilson Barbosa
Vide Luiz Gonzaga Santos Barbosa
Vide Sérgio Henrique de Lyra Barbosa
Vide Waldir José de Mello Barbosa
BARBOSA ……………………………………………. Agente da Polícia Federal; lotado na Delegacia Regional de Fortaleza (Ceará), de1972 a1986
BARCELOS …………………………………………… Vide Hélio Régua Barcelos
BARRA ………………………………………………… Vide Ronaldo Câmara Barra
BARRETO …………………………………………….. Vide Luiz Carlos Menna Barreto
Comandante Barreto, Vide Sérgio Fernandes Paranhos Flery
BARROS ………………………………………………. Vide Abílio Pereira Barros
Vide Antônio de Pádua Moreira Barros
Vide Gilberto Sant’Anna de Barros
Vide João Manoel de Lima Barros
Vide Luís de Barros
BARROS PAES ………………………………………. Vide José Barros Paes
BARROSO ……………………………………………. Vide Áttila José Barillari Barroso
Vide Jansen Barroso
Vide Lúcio Valle Barroso
BARROSO ……………………………………….. Atuava no DOI-CODI-RJ em 1969 e 1970; aparece como Capitão do Exército, mas de * o Capitão-Aviador Lúcio Valle Barroso
BARTOLO ……………………………………………. Vide Lysandro Bartolo
BARTOLOMEU GIBSON ………………………….. Delegado da Polícia Federal; lotado no DOPS-PE; algumas fontes indicam José Bartholomeu Lemos Gibson
BARTOLOMEU XAVIER ………………………….. Comissário da Polícia Federal em Pernambuco; conhecido como Carcará, Chumbinho e Peixinho
BASTOS……………………………………………….. Vide Egmont Bastos Gonçalves
BASTOS JÚNIOR …………………………………… Vide Orlando Teixeira Bastos Júnior
BATISTA ……………………………………………… Vide Cícero de Almeida Batista
Vide Ronaldo José Batista
BATISTA DE CARVALHO………………………… Agente da PolíciaFederal; lotado no Dops -RJ
BEBÊ JOHSON……………………………………….. Investigador da Polícia Federal; em 1970 atuava no DOI-CODI-SP
BELTRÃO …………………………………………….. Vide Innocêncio Fabrício de Mattos Beltrão.
BENEDITO …………………………………………… Agente da Polícia Federal; lotado na Delegacia Regional de Fortaleza-CE em 1972
BENEDITO ANTÔNIO DA SILVA ………………. Agente da Polícia Federal; lotado no Dops de São Paulo
®BENEDITO CAETANO ……………………….. Investigador da Polícia Federal; em 19* estava no DEOPS-SP
BENEDITO DARCY ………………………………… Vide Darcy Benedito de Mello
BENEDITO NUNES DIAS …………………………. Delegado da Polícia Federal; lotado no DEOPS-SP; em 1969 era o Diretor desse órgão
BENEDITO PISTOLEIRO …………………….. Agente da Polícia; em 1969 atuava no * de Recife-PE
BENEDITO RODRIGUES DA SILVA …………… Segundo-Tenente da PM de Mato Grosso; em 1973 servia em São Félix do Araguaia
BENEVIDES DE SOUZA PRADO ……………….. Tenente do Exército; em 1964 servia no 10o BC em Goiânia
BENINHA …………………………………………….. Vide Peninha
BENJAMIN …………………………………………… Vide Samuel
BENONI DE ARRUDA ALBERNAZ ……………. Capitão da Artilharia do Exército; serviu no 2o Gcan 90 e depois no DOI-CODI de São Paulo, onde chefiou a Equipe de Interrogatório, de1969 a1971; em 1979 foi transferido para o III Exército; passou para a Reserva como Major em 1984; foi preso em São Paulo como estelionatário
BENTO ………………………………………………… Vide Roberto
BENTO LINS DE ALBUQUERQUE……………… Em 1964 era Procurador Geral da Justiça Militar
BERHENS …………………………………………….. Vide Teobaldo Eugênio Berhens
®BERMUDEZ ……………………………………… Vide Washington Manoel Viajante de So* Bermudez
BERTOSI ……………………………………………… Vide João César Bertosi
BEZERRA …………………………………………….. Vide Devanir Antônio de Casto Queiroz.
Vide Pedro Bezerra
BHERING …………………………………………….. Major do Exército; em 1969 estava lotado no DOI-CODI-RJ
BIBI ……………………………………………………. Vide Fidélis
BICALHO …………………………………………….. Investigador da Polícia Federal; lotado no Departamento de Vigilância Social em Belo Horizonte-MG (1968 e 1969)
BIDU …………………………………………………… Agente da Polícia Federal em Natal-RN
BISMARCK, TENENTE…………………………….. Tenente da Marinha de Guerra; serviu na Equipe B de Interrogatório do DOI-CODI de São Paulo (1972 e 1973)
BISMARCK …………………………………………… Investigador da Polícia Federal lotado no DOPS-SP (1969)
BISMARCK BARACUTHY AMÂNCIO RAMALHO…… Capitão da Artilharia do Exército; serviu na 7a CIA de Guardas em Recife, em 1964; em 1969 estava lotado no BPE em São Paulo
BIVATTO …………………………………………….. Vide Antônio Carlos Nascimento Pivatto
BIZENIL ………………………………………………. Vide Rubens Robine Bizerril
BIZERRIL …………………………………………….. Vide Rubens Robine Bizerril
BLOIS NETTO ……………………………………….. Vide Orestes Blois Netto
BOB, CAPITÃO ……………………………………… Vide Mário Borges
BOCO MOCO ………………………………………… Vide Felipe
BOILESEN…………………………………………….. Vide Henning Alberto Boilesen
BOLONY GODÓI PEREIRA …………………. Guarda Civil da Polícia do Rio Grande do Sul; em 1966. Atuava em Porto Alegre
BOMBEIRO …………………………………………… Vide Edson Faroro
BONCRISTIANO…………………………………….. Vide José Paulo Boncristiano
BONECKER ………………………………………….. Vide Cléber Bonecker
BONES ………………………………………………… Vide Itamar de Mattos Bones
BONESCHI …………………………………………… Vide José Boneschi, inspetor
BONFIM……………………………………………….. Vide José Xavier Bonfim
BORBA ………………………………………………… Vide Samuel Pereira Borba
BORDINI ……………………………………………… Vide Paulo Bordini
BORGES ………………………………………………. Vide Amilton Nonato Borges
Vide Mário Borges
BORGES FORTES …………………………………… Vide Breno Borges Fortes
Vide Francisco de Paula Borges Fortes
BOSCHILLA …………………………………………. Vide Dulcídio Wanderley Boschilla
BOTELHO……………………………………………… Vide Jarbas Tavares Botelho
BRAGA ……………………………………………….. Vide Marcílio Faria Braga
BRAGA………………………………………………… Sargento do Exército; servia na PE do II Exército em São Paulo (1969)
BRACK ………………………………………………… Vide Sílvio Brack
BRÁS BUONACURA……………………………….. Investigador da Polícia Federal; lotado no DOPS-SP
BRASIL ……………………………………………….. Vide Deusdedit Neves Brasil
Vide Índio do Brasil
Vide José Timóteo Brasil
BRASILEIRO…………………………………………. Vide Walter Brasileiro Piolim
BRENO BORGES FORTES …………………… General do Exército; comandou o III Exército (1971 e 1972), envolvendo-se em uma operação de invasão do Uruguai caso a Frente Ampla vecesse as eleições (1971); chefiou o Estado Maior das Forças Armadas (1972 a19* ); era conivente com a tortura; faleceu em 198*
BRITO …………………………………………………. Vide Carlos de Brito
Vide Luiz Fernandes de Brito
Vide Osório de Abreu Pereira Brito
BRITO………………………………………………….. Cabo da Aeronáutica
BRITO …………………………………………………. Comissário da Polícia Federal lotado no DOPS-RJ desde 1969
BRONZO ……………………………………………… Vide José Augusto Bronzo Martins
BRUCE ………………………………………………… Vide Luiz Pereira Bruce
BRUNO, DOUTOR ………………………………….. Vide Eber Teixeira Pinto
BRUNO GOERISCH ………………………………… Sargento do Exército; servia na CIA de Polícia do Exército em Curitiba, no Paraná (1970)
BUENO ………………………………………………… Vide Alcides Cintra Bueno
BUGRE ………………………………………………… Servia no PIC do BPE em Brasília em 1972
BUONACURA ……………………………………….. Vide Brás Buonacura
BURNIER …………………………………………….. Vide João Paulo Moreira Burnier
BUZAID ………………………………………………. Vide Alfredo Buazid
C -
CABRAL ………………………………………………. Vide Clodoaldo Paes Cabral
Vide Luís Otávio Lopes Cabral
Vide Paulo Cabral
CABRAL, CAPITÃO ……………………………….. Cabo do Exército; servia no 2o BPE-SP (1970); integrou a Equipe de Interrogatório do DOI-CODI-SP (1973) e a Equipe C (1974).
CAETANO ……………………………………………. Vide Benedito Caetano
CAIO …………………………………………………… Delegado da PF; lotado no DOI-CODI-SP, integrando a Equipe de Busca (1969-1971) e depois a Equipe B de Interrogatório (1972 a1974) conhecido como Alemão
CALAZANS ………………………………………….. Guarda ,Penitenciário; lotado nom Presídio da Ilha Grande (1971)
CALDEIRA …………………………………………… Vide José Amaral Caldeira
CALEGÁRIO …………………………………………. Vide Joaquim Calegário Filho
CALHEIROS …………………………………………. Vide Sebastião César Calheiros
CALVET ………………………………………………. Sargento da Brigada Militar-RS; servia no Quartel da Brigada em Três Passos (1970); algumas fontes indicam Galvet
CÂMARA ……………………………………………… Vide Carlos Alberto Bravo Câmara
Vide José Goulart Câmara
Vide Oscar de Freitas Câmara
CAMARÃO …………………………………………… Vide Manoel Alfredo Camarão de Albuquerque
Vide Wantuir
CAMARATE ………………………………………….. Vide Ivan Camarate
CAMARGO …………………………………………… Vide Fábio Lessa de Souza Camargo
Vide Pedro Carlos Pires de Camargo
CAMPÃO ……………………………………………… Vide José Camargo Correia Filho
CAMPOS ………………………………………………. Vide Carlos da Silva Campos
Vide Júlio César Ribeiro Campos
Vide Mário Campos
Vide Odilon Ribeiro de Campos Filho
Vide Raymundo Ronaldo Campos
CANEPPA……………………………………………… Vide Nilo Caneppa Silva
CANTO…………………………………………………. Vide Rui Ulhoa Canto
CANTUÁRIA ………………………………………… Tenente da PE; integrou o Grupo de Operações Especiais (COE); foi Diretor do Presídio da Ilha das Pedras-RS (1966)
CAPITÃO ……………………………………………… Vide Jair Gonçalves da Motta
CAPIVARA …………………………………………… Vide Doutor Tomé
CARA PRETA ……………………………………….. Vide Jacy Gomes do Couto
CARAJÁ ………………………………………………. Agente da DPF; lotado em Goiás
CARCARÁ ……………………………………………. Vide Bartolomeu Gibson
CARDOSINHO ………………………………………. Vide Cardoso
CARDOSO ……………………………………………. Vide Cláudio Araújo Cardoso
Vide Firmino Lopes Cardoso
Vide Francisco Demiurgo Santos Cardoso
CARDOSO…………………………………………….. Sargento do Exército; servia no BPE-BH em MG (1971)
CARDOSO…………………………………………….. Investigador da PF; lotado no DOPS-RS (1970-1073); conhecido como Cardosinho.
CARIBÉ………………………………………………… Vide Dalmar Caribé
CARIOCA …………………………………………….. Vide Aderval Monteiro
Vide Ormindo Rodrigues V. Neto
CARLÃO ……………………………………………… Vide Carlos
CARLINHOS METRALHA ………………………… Vide Carlos Alberto Augusto
CARLOS ………………………………………………. Oficial do CPOR-SP; atuou no DOI-CODI-SP (1969-1971)
CARLOS……………………………………………….. Sargento do Exército; integrava a Equipe C de Interrogatório do DOI-CODI-SP (1972 a1974); anteriormente chefiara a Equipe C de Buscas (1971); era campeão de tiro, gaúcho e negro; conhecido como Carlão e Mário.
CARLOS AFONSO DELLAMORA ………………. Brigadeiro da Aeronáutica; comandou o CISA (6/6/70 – 30/11/71)
CARLOS ALBERTO AUGUSTO …………………. Investigador da PF; lotado no DEOPS-SP; desde 1969 participou da Equipe do Delegado Sérgio Fleury; era do Esquadrão da Morte; conhecido como Carlinhos Metralha
CARLOS ALBERTO BRAVO CÂMARA………… Coronel Aviador; serviu na Base Aérea de Recife e depois comandou o Campo dos Afonsos (1973)
CARLOS ALBERTO BRILHANTE USTRA ……. Major da Artilharia do Exército; comandou o DOI-CODI-SP (1970-1973); conhecido como Major, Doutor Silva e Doutor Tibiriçá; como Tenente Coronel comandou o 16o GAC; nomeado Adido Militar no Uruguai (1984-1986); recebeu a Medalha do Pacificador (1972)
CARLOS ALBERTO GARCIA ……………………. Delegado da PF; lotado no RJ
CARLOS ALBERTO MARCOLINO ……………… Soldado do Exército; servia na PE-Vila Militar-RJ (1968-1969); recebeu a Medalha do Pacificador (1970)
CARLOS ALBERTO MARTINS SOARES………. Capitão da Infantaria do Exército; servia no BPE-Vila Militar-RJ (1969); depois foi para o Batalhão de Guardas em 1971; serviu na Fortaleza de Santa Cruz (1972-1974)
CARLOS ALBERTO DA SILVA LOUREIRO …. Capitão-Tenente Fuzileiro Naval; atuava no CENIMAR (1973)
CARLOS ARDOVINO BARBOSA………………… Tenente-Coronel da Artilharia do Exército; em 1972 estava no I Exército
CARLOS BANDEIRA ………………………………. Atuava na PE-RJ (1969)
CARLOS DE BRITO ………………………………… Delegado da PF; lotado na Delegacia de Roubos e Furtos e depois no DOPS-PE (1971-1972)
CARLOS ELIAS LOTTI ……………………………. Primeiro Tenente PM-SP; chefiou a Equipe de Buscas do DOI-CODI-SP (1971); depois foi Vice-Comandante do Grupo Especial; anteriormente chefiara a Guarda do Presídio Tiradentes; recebeu a Medalha do Pacificador (1974)
CARLOS FELIPE ACHÊ ASSUMPÇÃO ………… Major Aviador; servia no RJ (1966)
CARLOS MENDONÇA……………………………… Vide João Carlos Mendonça
CARLOS RIBEIRO ………………………………….. Jagunço da CODEARA; praticou violências contra camponeses e religiosas em Santa Terezinha-MT (1972)
CARLOS SÉRGIO TORRES ………………………. Tenente-Coronel da Cavalaria do Exército; servia no BPE-RJ (1969); lotado no DOI-CODI-RJ (1969-1970); recebeu a Medalha do Pacificador
CARLOS DA SILVA CAMPOS …………………… Investigador da PF; atuou no 1o BIP-Barra Mansa-RJ (1971)
CARLOS DE SOUZA SCHELIGA ……………….. Major da Infantaria do Exército; lotado no DOI-CODI-RJ (1969-1970); era conivente
CARLOS VERA………………………………………. Agente da PF; atuava no RGN (1964)
CARMELLO ………………………………………….. Vide Attila Carmello
CARMO ……………………………………………….. Vide José do Carmo
CARNEIRO …………………………………………… Vide João Câmara Gomes Carneiro
Vide Jorge Alves Carneiro
Vide Solimar Adilson Aragão
CARNEIRO, DOUTOR …………………………….. Vide Amilcar Lobo Moreira da Silva
CARNEIRO DA CUNHA ………………………….. Vide Luís Felipe Galvão Carneiro da Cunha
CARNEIRO LEÃO ………………………………….. Vide Fernando Carneiro Leão
CAROLINO …………………………………………… Vide Hyran Carolino
CARVALHO ………………………………………….. Vide Ary Pereira de Carvalho
Vide Batista de Carvalho
Vide Ellos Pires de Carvalho
Vide Ferdinando de Carvalho
Vide Francisco Homem de Carvalho
Vide Gil Lessa de Carvalho
Vide João Nolasco de Carvalho
Vide Luiz Arthur de Carvalho
Vide Luiz Coleho de Carvalho
Vide Neidival de Carvalho
Vide Stetison Machado de Carvalho
Vide Walter de Oliveira Carvalho
CARVALHO FILHO…………………………………. Vide Frederico Curió de Carvalho Filho
CASADEI ……………………………………………… Vide Altair Casadei
CASADEI, SÉRGIO FLORENCIO……………..Agente da PF
CASCAVEL …………………………………………… Agente da PF; lotado no DPF-Goiás
CASEMIR VIEIRA…………………………………… Major da Infantaria do Exército; servia no DOI-CODI-BH-MG (1971)
CASILO………………………………………………… Vide Paulo Casilo
CASTELO BRANCO ……………………………….. Sargento do Exército; servia no BPE-Brasília (1967)
CASTILHO ……………………………………………. Vide João Dutra de Castilho
Vide Wander Torga de Castilho
CASTILHO, CAPITÃO……………………………… Integrou a Equipe B de Interrogatório do DOI-CODI-SP (1971-1973)
CASTRO ………………………………………………. Vide Adyr Fiúza de Castro
Vide Cláudio Castro
Vide Eni de Oliveira Castro
Vide Sérgio Alex Toledo de Castro
CASTRO……………………………………………….. Agente da PF-Ceará (1971)
CATARINA …………………………………………… Vide Goulart
CAVALCANTI ………………………………………. Vide Alexandre Cavalcanti
Vide Edésio Holanda Cavalcanti
Vide Orestes Raphael Rocha Cavalcanti.
®CAVALLARI …………………………………….. Delegado da PF; lotado no DEOPS-SP;at* no DOI-CODI (1970)
CAVEIRA……………………………………………… Atuava no DOI-CODI de Fortaleza-CE, em 1972
CAVENDISH …………………………………………. Vide Jorge Pessoa Cavendish
CECILDES MOREIRA DE FARIA ……………….. Inspetor da PF; lotado na Delegacia de Roubos e Furtos-BH-MG até 1969, ano em que morreu
CÉLIO FERREIRA GUIMARÃES ………………… Major da PM-MG; servia em BH (1969).
CELSO, DOUTOR …………………………………… Vide Lúcio Valle Barroso
CELSO GOMES DE FREITAS FILHO …………… Cabo do Exército; pertenceu ao 1o BIP de Barra Mansa-RJ (1971-1973)
CELSO LAURIA …………………………………….. Capitão da Cavalaria do Exército; serviu no 1o BPE-Vila Militar-RJ e depois no DOPI-CODI-RJ (1969-1970); recebeu a Medalha do Pacificador
CELSO CONCEIÇÃO LIMA CAPITÃO , COMANDANTE 5ª CIA PR CURITIBA
CELSO PEREIRA DE AQUINO…………………… Investigador da PF; lotado no DOPS-SP (1972)
CELSO TELLES ……………………………………… Delegado da PF; atuava no DOPS-SP (1969)
CERQUEIRA………………………………………….. Vide Nilton de Albuquerque Cerqueira
CÉSAR ………………………………………………… Investigador da PF; lotado no DOPS-RS (1970-1972); conhecido como Chispa
CÉSAR, DOUTOR …………………………………… Oficial do Exército; atuou na Casa da Morte em Petrópolis-RJ (1971) e no DOI-CODI-RJ (1972-1973)
CESÁRIO………………………………………………. Agente da PF; lotado no DOPS-PE (1971-1972)
CHANO ……………………………………………….. Soldado da PM-SP; integrou a Equipe B do DOI-CODI-SP, onde foi Auxiliar de Carceragem desde 1922; conhecido como Alexandre
CHAPÉU ………………………………………………. Investigador da PF; lotado no DOPS-RS (1970-1972)
CHAVES ………………………………………………. Vide Armando Luiz Malan de Paiva Chaves
Vide Hemetério Chaves Filho
CHAVES ………………………………………………. Sargento do Exército; servia no PIC do BPE-SP (1971)
CHIBUA ………………………………………………. Soldado PM-SP; integrava a Equipe C do DOI-CODI-SP
CHICO PINOTE………………………………………. Vide Francisco de Assis Lima
CHINA ………………………………………………… Investigador da PF; lotado no DOPS-SP (1969)
CHISPA………………………………………………… Vide César
CHUMBINHO ………………………………………… Vide Bartolomeu Xavier
CHUPATALHO ………………………………………. Vide Gilson Chupatalho
CÍCERO ALBUQUERQUE ………………………… Investigador da PF; lotado no DOPS-PE em 1969; foi diretor da Presídio de Itamaracá
CÍCERO DE ALMEIDA BATISTA ………………. Capitão PM-MG; servia no 12o RI-BH (1969)
CID …………………………………………………….. Capitão do Exército; foi Sub-comandante da Fortaleza de Santa Cruz-RJ (1974-1975)
CIRÍACO, JOÃO CIRÍACO DE SOUZA FILHO, Capitão da Marinha, Foz do Iguaçu
CHINELLI …………………………………………….. Cide Leo Frederico Cinelli
CLARISSE ……………………………………………. Investigadora da Polícia Federal; lotada no DOPS-SP 1969)
CLÁUDIO …………………………………………….. Vide Solimar Aragão
CLÁUDIO, DOUTOR ………………………………. Vide Solimar Adilson Aragão
CLÁUDIO……………………………………………… Integrava o Setor de Análises do DOI-CODI-SP
CLÁUDIO ARAÚJO CARDOSO …………………. Sargento do Exército; servia no BPE da Vila Militar-RJ
CLÁUDIO CABRAL BARBEDO …………………. Delegado da PF; lotado no DOPS-RS que dirigiu na década de 70; em 1985 foi nomeado para a direção do Departamento de Relações Públicas
CLÁUDIO CASTRO…………………………………. Terceiro-Sargento do Exército; servia no DOI-CODI-RJ (a973); recebeu a Medalha do Pacificador (1972)
CLÁUDIO GUIMARÃES ………………………….. Atuava no DOI-CODI-BH-MG (1971)
®CLÁUDIO LUÍS DOS SANTOS ROCA …….. Delegado da PF; lotado no DOPS-RS (1970-19*
®CLÁUDIO MOREIRA DE SÁ ………………… Major Aviador; servia na Base Aérea de *
(1964)
CLÁUDIO GUERRA ……………………………… Policial do Espírito Santo
CLAUDIONOR ………………………………………. Vide Aldinor de Oliveira Luz
CLEBER BONECKER……………………………….. Major Engenheiro do Exército; está na reserva; em 1986 trabalhava como professor de Psicologia do Trabalho e de Psicologia Educacional da Universidade Católica de Petrópolis-RJ, também chefiando o Serviço de Orientação Educacional do Colégio de Aplicação da mesma Universidade; serviu no BPE-RJ
®CLEBER LUIZ DE SOUZA……………………. Sargento do Exército; serviu no 12o RI-* Minas Gerais (1969)
CLEMENTE JOSÉ MONTEIRO FILHO …………. Capitão-de-Mar-e-Guerra; possui cursos de informações no Panamá; comandou a Ilha das Flores-RJ (1968-1970; foi para a reserva
®CLERCH, TENENTE …………………………… Integrou a Equipe de Buscas do DOI-CODI * 1972
CLEYDE GAIA ………………………………………. Vide Clyde Gaia da Costa
CLIDE …………………………………………………. Vide Clyde Gaia da Costa
CLIDENOR DE MOURA LIMA ………………….. Coronel da Infantaria do Exército; atuou no SNI em Brasília
CLODOALDO PAES CABRAL……………………. Segundo Sargento do Exército; servia no PIC do 1oBPE-RJ (1969); recebeu a Medalha do Pacificador (1972)
CLYDE GAIA DA COSTA ……………………. Delegado da PF; lotado no DEOPS-SP desde 197*
COELHO ………………………………………………. Vide Enio Nalich Coelho.
Vide Laudelino Coelho
Vide Waldyr Coelho
CONFÚCIO DANTON DE PAULA AVELINO
PAMPLONA………………………………………….. Coronel da Infantaria do Exército; comandou a PM-SP (1969-1970); chefiava o CIE-Brasília (1974); presidiu o Instituto do Açúcar e do Álcool (1982-1983), tendo sido indiciado em inquérito da Polícia Federal, acusado de corrupção, fraude cambial etc.
CONSTTANZIA………………………………………. Vide Antônio Lázaro Constanzia
CORBAGE…………………………………………….. Vide Riscala Corbage
CORDEIRO……………………………………………. Vide Hamilton Cordeiro
CORRÊA……………………………………………….. Vide José Camargo Corrêa Filho
CORRÊA LIMA………………………………………. Comissário da PF; lotado no DOPS-RS (1968)
CORREIA……………………………………………… Vide Manoel Antônio Correia
CORREIA LIMA……………………………………… Vide Arquimedes Correia Lima
Vide Luiz Mário Valle Correia Lima
CORREIA PINTO…………………………………….. Tenente Aviador; servia na Base Aérea de Natal-RS (1964)
CORREINHA………………………………………….. Vide Astorige Corrêa de Paula e Silva
COSTA…………………………………………………. Vide A. Costa
Vide Ademar Costa
Vide Clyde Gaia da Costa
Vide Francisco Eurídice Martins Costa Filho
Vide Jorge Nascimento da Costa
Vide José Armando da Costa
Vide Luiz Carlos da Costa
Vide Milton Costa
Vide Nelson Luiz da Costa
Vide Roberto Hippolyto da Costa
COSTA…………………………………………………. Tenente do Exército; servia no 3oBC em Uberlândia-MG (1967)
COSTA LIMA…………………………………………. Vide Hélio Moreira da Costa Lima
Vide José de Sousa Costa Lima
COTA…………………………………………………… Inspetor da Delegacia de Roubos e Furtos de Belo Horizonte-MG (1969)
COUTINHO……………………………………………. Vide A´pecio Flávio Silveira Coutinho
Vide Anibal de Carvalho Coutinho
Vide Francisco Antônio Coutinho e Silva
Vide Jauer de Jesus Coutinho
Vide Joaquim Januário de Araújo Coutinho Neto
Vide José Lino Coutinho da França Neto
COUTINHO CAPITÃO……………………………… Vide José Lino Coutinho da França Netto
COUTINHO……………………………………………. Cabo do Exército; servia em Ribeirão Preto-SP (1969); algumas fontes dão-lhe a patente de Capitão
COUTO…………………………………………………. Vide Jacy Gomes do Couto
Vide Moacir Couto
CRÊNIO SATANAZ…………………………………. Agente da PF; atuava em Pernambuco
CRI-CRI………………………………………………… Vide Nilton Teixeira Leal
CRISTÓVÃO………………………………………….. Guarda Penitenciário; atuava no Presídio da Ilha Grande-RJ (1971)
CRISTÓVÃO………………………………………….. Integrava Equipe de Busca do DOI-CODI em 1971
CRUZ…………………………………………………… Vide Adail de Oliveira e Cruz
Vide José Augusto Cruz
Vide José Cruz
Vide Rafael Cruz
Vide Ronald de Carvalho Cruz
Vide Santa Cruz
CUNHA………………………………………………… Vide Edilson Alves da Cunha
Vide Gilberto Alves da Cunha
Vide Jonathan Cunha
Vide Luiz Felipe Galvão Carneiro da Cunha
Vide Waldes Antônio Cunha
CUOCO………………………………………………… Vide Josecyr Cuoco
CURCIO NETO……………………………………….. Vide Antônio Curcio Neto
CURIÓ, MAJOR……………………………………… Vide Sebastião Rodrigues de Moura
CURVELO…………………………………………….. Agente da PF; como Detetive estava lotado no DOPS-RJ
CURVO………………………………………………… Vide Ademar Marques Curvo , coronel Foz do Iguaçu
CYRILLO………………………………………………. Vide Dalmo Lúcio Muniz Cyrillo
Veja também: Lista de Torturadores  1 - 3 - 4 - 5 - 6 - 7 - 8
Leia Mais ►

Charge online - Bessinha - # 1443

Leia Mais ►

Lista de Torturadores - 1 (atualizada em 10/08/2012)

A tortura, como os demais atos violadores dos direitos do homem, concretamente ou em potencial, representa um ataque e uma ameaça genérica.
No Brasil, a tortura, com o apoio de largos setores civis que serviram de base de sustentação da ditadura, foi o  método preferencial de investigação. Esta prática impune ainda subsiste e deve ser denunciada, combatida e os torturadores devem ser punidos de acordo com a Lei. 
A lista abaixo é resultado de um trabalho coletivo executado pelos sobreviventes do período da ditadura, com a colaboração de entidades que atuam em defesa dos direitos humanos.  
Na lista consta 35 torturadores que atuaram no Estado do Paraná, sendo que desses, 08 torturadores destilaram seus instintos bestiais em Foz do Iguaçu.
Aparecido Laertes Calandra…………… Delegado da polícia civil de São Paulo conhecido como Capitão Ubira­jara; é delegado da Polícia Civil de São Paulo. Foi encarregado pelo Delegado Romeu Tuma, então diretor da DPF, como encarregado do arquivo do extinto Deops São Paulo, que ficou sob a guarda daquele departamento com o fim da ditadura. O arquivo foi desfigurado e sua consulta totalmente prejudicada.
A. Costa……………………………………………. Vide Acosta
ABARCA,  capitão Areski de Assis Pinto    Chefe do S2 do 1º Batalhão de Fronteiras de Foz do Iguaçu
ABDORAH da Motta Gomes Filho……… Agente da PF; lotado em Recife-PE  (1970-  1971)
ABEL Rodrigues de Lima…………………….. Cabo do Exército; servia no DOI-CODI-SP de 1971; pernambu­cano; conhecido como Foguinho; re­cebeu a Medalha do Pacificador em 1972
ABÍLIO Alcântara……………………………… Tenente Coronel Aviador; serviu no CISA 1971; conhecido como Doutor Pascoal
ABÍLIO JOSÉ DA SILVA………………………….. suboficial da Aeronáutica; serviu no CISA (1971); erradamente algumas fontes chamam-no de Doutor Pascoal, nome sob o qual se escondia Abílio Alcântara
ABÍLIO PEREIRA BARROS ………………………. Investigador da Secretaria de Segurança Pública em Recife-PE (1964-1965)
ABREU ………………………………………………… Vide Hugo de Andrade Abreu
Vide Luiz Vieira de Abreu
ACÁCIO ………………………………………………. Investigador da Polícia da DSS-Recife
ACCIOLY …………………………………………….. Vide Aciolly
ACHÃO ……………………………………………….. Vide Nélio Achão
ACHÊ ………………………………………………….. Vide Carlos Felipe Achê Assumpção
ACIOLLY …………………………………………….. Vide Edvaldo Aciolly
Vide Rivadávia Aciolly
ACOSTA ………………………………………………. Vide Wanderley Tellechea Acosta
ACOSTA, DOUTOR ………………………………… Vide Wanderley Tellechea Acosta
ADAIL DE OLIVEIRA E CRUZ ………………….. Tenente Coronel da Cavalaria do Exército; comandou o DOI-CODI-RJ; recebeu a Medalha do Pacificador
ADÃO………………………………………………….. Carcereiro do DEOPS-SP desde 1969
ADÃO …………………………………………………. Investigador da PF; lotado na Delegacia de Roubos e Furtos-BH (MG) -1969
ADEMAR AUGUSTO DE OLIVEIRA …………… Investigador da PF; lotado no DEIC-SP; em 1968 era do Esquadrão da Morte; conhecido com Fininho I
ADEMAR COSTA …………………………………… Agente da PF; atuava em São Paulo; era do Esquadrão da Morte;
ADEMAR LAUERMANN ……………………… Agente da Polícia; lotado na Seção de (*)da Ordem Social em Brasília (19(*)
AFONSO ANTÔNIO MARCONDES …………….. Segundo Tenente da Infantaria do Exército; pertencia ao CIE; servia no 390 BIM, em Lins-SP (1973)
AFONSO DE ARAÚJO PAULINO…………… Jornalista e empresário; presidia o Jornal de Minas (1980-1983); atuava no DOPS e no DOI-CODI-BH (1969-197(*); pertencia ao CCC (1969); conhecido como Minhoca
AGILSON …………………………………………….. Agente da PF; lotado em Recife-PE (1964)
AGOSTINHO …………………………………………. Delegado de Polícia; lotado em Cascavel-PR (1969)
AGOSTINHO DOS SANTOS NETO …………….. Tenente da Infantaria do Exército; servia no PIC do 20 BPE-SP (1970-1971); transferido para o Batalhão da Infantaria da Selva
AILTON GUIMARÃES JORGE …………………… Capitão Intendente do Exército; serviu na PE da Vila Militar-RJ (1968-1970) e no DOI-CODI-RJ  até 1974; conhecido como Doutor Roberto; recebeu a Medalha do Pacificador (1969); envolvido em contrabando, foi para a Reserva e se tornou banqueiro do bicho; acusado de envolvimento no Caso Baumgarten. (Está preso)
AILTON JOAQUIM ……………………………. Capitão da Infantaria do Exército; serviu na PE da Vila Militar-RJ em 1969 e no DOI-CODI-RJ (1970-1972) como Tenente Coronel, servia (*) no  (1985); recebeu a Medalha do Pacificador (1970)
AIRTON SOUTO MAIOR QUARESMA ………… Capitão da PM-RJ; serviu no Regimento Caetano de Farias (a968); recebeu a Medalha do Pacificador (1971); em 1972 foi preso em flagrante, junto com outros oficiais, quando roubava toca-fitas de automóveis estacionados em frente ao CineVeneza; condenado a 2 anos de prisão, não perdeu sua função pública; em 1987 já era tenente-coronel
AKABOSHI …………………………………………… Vide Luis Shinji Akaboshi
ALAN ………………………………………………….. Vide Allan
ALAN ………………………………………………….. Investigador de Polícia; lotado em Juiz de Fora-MG (1964)
ALAN ………………………………………………….. Servia na Casa da Morte em Petrópolis-RJ no DOI-CODI-RJ (1971)
ALBERNAZ ………………………………………….. Vide Benoni de Arruda Albernaz
ALBERTO……………………………………………… Cabo do Exército; servia na PE do QG da III R.M., em BH-MG (1971)
ALBERTO …………………………………………….. Tenente da Aeronáutica; atuou na OBAN (1969) como subchefe equipe do DOI-CODI-SP (1970)
ALBERTO, DOUTOR ………………………………. Servia no CENIMAR da Ilha das Flores-RJ, em 1969
ALBERTO DA FONSECA DE FREITAS ……….. Capitão da Artilharia do Exército; servia em BF-MG (1971)
ALBERTO GUIMARÃES DA COSTA AMAZONAS…….. Detetive da PF; lotado no DOPS-RJ (1964)
ALBERTO LOPES DE LISBOA ………………….. Segundo Sargento da PM-MG; servia em Belo Horizonte-MG (1969)
ALBERTO DOS SANTOS LIMA FAJARDO …… Coronel da Infantaria do Exército; comandou o DO-CODI-RJ (1975); fez o curso de The Army Command and General Staff College no EUA; recebeu a Medalha do Pacificador (1973)
ALBUQUERQUE ……………………………………. Vide Bento Lins de Albuquerque
Vide Cícero Albuquerque
ALCÂNTARA…………………………………………. Vide Abílio Alcântara
ALCEBÍADES ……………………………………….. Sargento do Exército; servia no PIC do 20 BPE-SP (1971)
ALCEBÍADES MARIA DA LUZ …………………. Carcereiro do DEOPS-SP (1970-1973); posteriormente foi lotado no Presídio do Hipódromo
ALCIDES CINTRA BUENO……………………….. Delegado da PF; lotado no DOPS-SP (1969-1975; encaminhava ao IML os corpos de militantes mortos sob torturas, com a versão falsas para “legalização” dos crimes.
ALCIDES SINGILO …………………………………. Delegado do DEOPS-SP (1970-1975)
ALCYONE PORTELLA ……………………………. Coronel do Exército; estava no DOI-CODI/RJ em 1970; o nome é frio, pois não consta do Almanaque do Exército; provavelmente é Coronel José Ney Fernandes Antunes
ALDINOR DE OLIVEIRA LUZ ……………… Inspetor da PF; lotado em Brasília (19(*)); algumas fontes indicam como sendo Claudionor
ALDO, DOUTOR ……………………………………. Vide João Lucena Leal
ALDO PEREIRA …………………………………….. Capitão da artilharia do Exército; serviu no DOI-CODI-Brasília (1970-1971)
ALDO PINHO ALVES ……………………………… Brigadeiro Médico; servia em Recife-PE.
ALEMÃO ……………………………………………… Vide Alfredo de Magalhães
Vide Caio
Vide Mário Alencar
ALENCAR…………………………………………….. Vide Mário Alencar
Vide Ney Pinto de Alencar
ALEXANDRE ………………………………………… Vide Chano
ALEXANDRE CAVALCANTI ……………………. Agente da PF; lotado em Recife-PE
ALFREDO DE MAGALHÃES …………………….. Oficial de Marinha da Turma de Guardas-Marinha de 1955; fez curso em Forte Bragg; era do CENIMAR (1970-1971); apesar de reformado, continuou ligado àquele órgão; conhecido como Doutor José, Doutor Paulo e Comandante Mike; foi para a Reserva Naval como Capitão de Fragata; também era chamado de Alemão; propositadamente era confundido com Alfredo Poeck (que não existe) e com João Alfredo Poeck
ALFREDO POECK ………………………………….. Não existe; confundido, de propósito para provocar confusão, com o Alfredo Magalhães e com o João Alfredo Poeck
ALFREDO DE MAGALHÃES                               Capitão de Corveta.Torturador do Cenimar
ALFREDO UMEDA …………………………………. Soldado da PM-SP; serviu no DOI-CODI como carcereiro (1975-1976)
ALLAN ………………………………………………… Vide Alan
ALLAN ………………………………………………… Agente da Polícia; atuava em Fortaleza-CE (1973)
ALMEIDA …………………………………………….. Vide Cícero de Almeida Batista.
Vide Hugo Caetano Coelho de Almeida.
Vide Lincoln Gomes de Almeida.
Vide Rudá Cavalcanti de Almeida.
Vide Thomaz Paulino Almeida
ALMEIDA …………………………………………….. Soldado do Exército; servia no 10 BPE-RJ (1969)
ALMIR ………………………………………………… Agente da PF; atuava no Paraná (1969)
ALMIR…………………………………………………. Agente Policial do DOPS-Pernambuco (1970)
ALMIR SARRACENI ……………………………….. Capitão de Fragata; servia no CENIMAR; era conhecido como Sarra
ALTAIR ……………………………………………….. Agente da PF; atuava em São Luis-MA (1972).
ALTAIR CASADEI …………………………………. Carcereiro da Equipe B do DOI-CODI-SP (1970 a1976); antes, fora da Equipe de Buscas (1971); conhecido como Altair, Casadei e Muniz
ALTAIR NORONHA ……………………………….. Major da PM-RJ; passou para a Reserva como Tenente-Coronel; em 1987 tinha um escritório de advocacia; sua maior atuação como torturador foi em 1970
ALOYSIO RODRIGUES HENRIQUES                      2º Tenente, oficial S2 5ª CIA PE
ALUÍSIO FIGUEIREDO GOMES ………………… Comissário da Polícia; atuava em Fortaleza-CE (1973)
ALUÍZIO MARQUES DE VASCONCELOS          Capitão da Infantaria do Exército; serviu na PE do Paraná (1969)
ÁLVARO ……………………………………………… Guarda Penitenciário; lotado no Presídio de Ilha Grande-RJ (1970)
ÁLVARO ……………………………………………… Investigador da Polícia; atuava na Delegacia de Polícia de Ribeirão Preto-SP (1969)
ÁLVARO BARBOSA DA SILVA ………………… Terceiro Sargento da Marinha; servia no CENIMAR-Ilha das Flores-RJ (1969)
ÁLVARO GONÇALVES DA COSTA LIMA……. Delegado da PF; lotado no DOPS de Pernambuco desde 1937
ALVES ………………………………………………… Vide Aldo Pinho Alves
Vide Paulo Cécar Alves de Souza
Vide Valdemar Souza Alves
Vide Volmir Pereira Alves
ALVIM ………………………………………………… Vide Sebastião Alvim
AMADO ……………………………………………….. Vide Humberto Amado
AMADO ……………………………………………….. Vide José Arosa Amado
AMADOR NAVARRO PARRA …………………… Investigador da Delegacia de Ordem Social do DEOPS-SP (1969-1972); chefiava um equipe de Busca; conhecido como Parrinha do Esquadrão da Morte; estava no DEIC
AMARAL………………………………………………. Vide Itiberê Gouveia do Amaral
Vide Oswaldo Pinheiro do Amaral
AMARYLIO PENHA LOPES PEREIRA ………… Major da Infantaria do Exército; serviu em Recife-PE (1964)
AMAURI APARECIDO GALDINO ……………… Delegado da PF; lotado em Recife-PE
AMAZONAS …………………………………………. Vide Alberto Guimarães da Costa Amazonas
AMERICANO…………………………………………. Vide Paulo Bordini
AMÉRICO …………………………………………….. Agente da PF; lotado no DOI-CODI-SP; depois chefiava a carceragem do DPPS
AMICCI ……………………………………………….. Vide João José Vettorato
AMILCAR LOBO MOREIRA DA SILVA ………. Tenente Médico do Exército; serviu no 10 BPE e no DOI-CODI-RJ (1970-1974); também atuou na Casa da Morte, em Petrópolis (1971); conhecido como Doutor Carneiro.
AMILTON CORDEIRO …………………………….. Vide Hamilton Cordeiro
AMILTON NONATO BORGES……………………. Agente da PF; desde 1970 atuava no DOI-CODI-Salvador-BA; recebeu a Medalha do Pacificador. (1972)
AMORIM DO VALLE ………………………………. Vide Armando Amorim do Valle
ANDERSON ………………………………………….. Integrava a Equipe de Busca e Captura do CENIMAR (1971)
ANDERSON ALVES WANDERLEY …………….. Oficial da PM-Pernambuco; servia em Recife-PE (1969)
ANDRADE ……………………………………………. Vide Jorge de Andrade Filho
Vide José Augusto Silveira de Andrade N
Vide Paulo Roberto de Andrade
Vide Sílvio Corrêa de Andrade
Vide Ubiratan Pereira de Andrade
ANDRÉ ………………………………………………… Servia no DOI-CODI-RJ e na Casa da Morte em Petrópolis-RJ (1971)
ANDRÉ, DOUTOR ………………………………….. Vide Jonas Gomes Fontenelle
ANDRÉ, CAPITÃO………………………………….. Vide Edgar
ANDRÉ LEITE PEREIRA FILHO ……………major
ANDRÉ LUIZ DOS SANTOS ……………………… Major da Infantaria do Exército; servia no Paraná (1967); promovido a Tenente-Coronel (1970)
ANÉSIO ……………………………………………….. Investigador da PF; lotado no Departamento de Vigilância Social de Belo Horizonte-MG (1968-1969)
ANGELINO MOLITERNO ……………………. Ex-investigador da PF em SP; desde 1968 foi do Esquadrão da Morte; conhecido como (*); passou a chefiar a segurança da boate La Licorne
ÂNGELO ……………………………………………… Tenente Médico Aviador; servia na Base de Recife-PE
ANIBAL DE CARVALHO CXOUTINHO ………. Major da Artilharia do Exército; serviu em Goiânia-G) (1964); recebeu a Medalha do Pacificador (1973)
ANISIO TELLI ………………………………………. OBAN
ANIBAL LOUSANA ………………………………… Agente da PF; lotado no DEOPS-SP
ANJOS …………………………………………………. Vide José Ferreira dos Anjos
ANTERO ………………………………………………. Investigador da Paolícia; lotado no DOPS-RJ (1969)
ANTONI ………………………………………………. Vide Roberto Artoni
ANTÔNIO AMÉRICO DE MAGALHÃES GÓES…………. Funcionário da Caixa Econômica Federal BH (1971); integrava o CCC-MG
ANTÕNIO ARTAL ………………………………….. Atuava na Delegacia de Polícia em Ribeirão Preto-SP (1969)
ANTÔNIO BANDEIRA …………………………….. General de Exército; como Coronel da Infantaria seriva em Recife na época do golpe (1964); chefiou a Censura Federal; comandou a repressão no Araguaia, como comandante do 30 BI-Brasília (1971-1973); comandou o III Exército; era conivente; está na Reserva; recebeu a Medalha do Pacificador
ANTÔNIO BENEDITO BALBINOTTI ………….. Terceiro Sargento do Exército; servia no DOPS e na PE-Paraná (1970-1971); transferido para a 3a Brigada-Brasília (1973)
ANTÔNIO BRITO MARQUES ……………………. Investigador da PF; lotado no DOPSsSP (1968-1969)
ANTÔNIO ALFREDO BUZAID ………………….. Advogado; antigo militante integralista; foi Ministro da Justiça no governo Geisel; era conivente; foi nomeado Ministro do STF
ANTÔNIO CARLOS MONTEIRO ……………….. Agente da PF; era Delegado em Brasília em 1971
ANTÔNIO CARLOS NASCIMENTO PIVATTO …………. Capitão da Infantaria do Exército; subcomandante da PE-SP (1968-1969); erradamente o sobrenome aparece Bivatto
ANTONIO CARLOS DE NORONHA MIRANDA………… Segundo Tenente da Infantaria do Exército; servia no 10 BIB, em Barra Mansa-RJ (1971-1973)
ANTONIO CARLOS SCHNEIDER PINHO …….. Tenente Coronel da Engenharia do Exército; recebeu a Medalha do Pacificador (1973)
ANTÔNIO CARLOS VASCONCELLOS ………… Segundo Sargento do Exército; em janeiro de 1969 foi transferido para o BPE-Brasília, sendo que em 1971 e 1972 atuava no PIC
ANTÔNIO CÚRCIO NETO………………………… Coronel da Infantaria do exército; chefiava a 2a do IV Exército (1973-1974); antes, comandou o CPOR-SP (1972-1973)
ANTÔNIO ERASMO DIAS ……………………….. Coronel da Artilharia do Exército; comandou a repressão no Vale do Ribeira; foi Secretário de Segurança Pública-SP; foi Deputado Federal pelo PDS (1983-1986)
ANTÔNIO GONÇALVES DE OLIVEIRA ………. Investigador da PF; lotado no DEOPS-SP´; conhecido como Fininho II; era do Esquadrão da Morte
ANTÔNIO HAHN ………………………………. Superintendente da PF-Pernambuco (197(*)
ANTÔNIO JOSÉ NOCETE ………………………… Soldado da PE-SP; era carcereiro do DOI-CODI-SP (1975-1976)
ANTÔNIO LARA MANGUEIRA …………………. Agente da PF; lotado no DEOPS-SP
ANTÔNIO LÁZARO CONSTANZIA ……………. Investigador da PF; lotado no DEOPS-SP desde 1969; era do Esquadrão da Morte; fora jogador de futebol profissional conhecido como Lazinho; e, 1983 estava no DEIC-SP
ANTÔNIO LUIZ RODRIGUES …………………… Agente da PF; lotado no DEOPS-SP
ANTÔNIO LUIZ  DA ROCHA VENEU                 Coronel
ANTONIO MIRA GRANCIERI …………………… Vide Pedro Antônio Mira Grancieri
ANTÔNIO MOACIR DE PINHO …………………. Cabo Fuzileiro Naval; servia em Salvador-BA (1971)
ANTÔNIO NOGUEIRA LARA REZENDE…. Delegado da PF; lotado na Delegacia de Roubos e Furtos de Belo Horizonte-MG (1969); chefiou o Departamento de Investigações (198* – 1985).
ANTÔNIO DE PÁDUA ALVES FERREIRA ……  Primeiro Tenente da PM-MG; servia no 120RI-Belo Horizonte (1969-1972)
ANTÔNIO DE PÁDUA MOREIRA BARROS ….. Primeiro Tenente da Cavalaria do Exército
ANTÔNIO PEREIRA GOMES ……………….. Agente da PF; lotado no DEOPS-SP (196*-1969)
ANTÔNIO ROLIM VALENÇA …………………… Capitão da Motomecanização do Exército; servia no RJ (1964)
ANTÔNIO VALVERDE ……………………………. Agente da PF; lotado no DEOPS-SP; era do Esquadrão da Morte
ANTÔNIO VIEIRA     …………………………….. Comandante, Cenimar
ANTÔNIO VILLAS BOAS ……………………. Tenente Coronel da Artilharia do Exército; atuava no DOPS-BH-MG (19*)
ANTÔNIO VILLELA …………………………… Delegado da Polícia; integrava a equipe de Busca do DOI-CODI-SP 1970-1972); recebeu a Medalha do Pacificador (1972)
ANTONIO JÚLIO VIEIRA ……………………………….Conhecido como “Comandante Vieira”
ANTUNES …………………………………………….. Vide Edir Antunes
Vide José Ney Fernandes Antunes
APARECIDO …………………………………………. Vide José Aparecido de Oliveira
APARECIDO …………………………………………. Cabo da PM-SP; servia em Ribeirão Preto (1969)
APARÍCIO ……………………………………………. Cabo da PM-SP; servia em Ribeirão Preto (1969)
APOLO…………………………………………………. Vide Armando Avólio Filho
APOLÔNIO …………………………………………… Delegado da PF; lotado no DOPS-SP; conhecido como professor; estava no CENIMAR em 1983
AQUINO ………………………………………………. Vide Celso Pereira de Aquino
AQUINO DE FARIAS REIS ………………………. Delegado da PF; lotado na Delegacia de Acidentes-Recife-PE (1971-1972)
ARAGÃO ……………………………………………… Vide Solimar Adilson Aragão
ARANHA………………………………………………. Vide Raymundo Ronaldo Campos
ARAÚJO……………………………………………….. Vide Emanuel Fortaleza Araújo
Vide Geraldo Porci Araújo
Vide João Baptista Baère de Araújo
Vide Marcelo Paixão Araújo
Vide Moacir Salles de Araújo
ARCHÃO ……………………………………………… Vide Nélio Achão
ARDOVINO ………………………………………….. Vide Carlos Ardovino Barbosa
AREOVALDO DE ANDRADE FREIRE ……. Agente da PF; lotado em Salvador (197*) passou a chefiar a Comunicação da PF em 1980
ARI …………………………………………………….. Vide Ary
ARI BISMARCK …………………………………….. Major do Exército; servia no BPE-São Paulo; na realidade seu nome é Bismarck Faracuthy Amâncio Ramalho
ARI FERREIRA ……………………………………… Tenente Coronel do Exército; servia no BPE-Brasília (1970-1972); deve haver equívoco, pois não consta do almanaque nenhum Tenente Coronel com esse nome. Existia em 1972 o Capitão da Cavalaria Ary da Volta Ferreira.
ARI OLIVEIRA ……………………………………… Oficial da Marinha de Guerra; foi sub-chefe do CENIMAR
ARIEDISSE BARBOSA TORRES ………………… Segundo Sargento do Exército; servia no 10 BPE-RJ (1968-1970); recebeu a Medalha do Pacificador (1971); em 1987 era segurança do banqueiro do jogo do bicho Anísio Abrahão David
ARIMATÉIA …………………………………………. Agente da PF; lotado em Recife-Pernambuco.
ARIOVALDO HORA DA SILVA ………………… Investigador da PF; lotado na Delegacia de Vigilância Social como Escrivão em Belo Horizonte-MG (1968-1969)
ARMANDO AMORIM DO VALLE……………….. Capitão de Fragata; servia no CENIMAR  (1970-1973); atuou na Casa de São Conrado, local secreto de torturas no RJ (1970)
ARMANDO AVÓLIO FILHO ………………… Primeiro Tenente da Infantaria do Exército; desde agosto de 1970 comandou o PIC da PE-RJ; conhecido como Apolo; em 1987 era Tenente Coronel e servia em *
ARMANDO HONÓRIO DA SILVA ……………… Terceiro Sargento do Exército; servia no BPE-Brasília (1969)
ARMANDO LUIZ MALAN DE PAIVA CHAVES………… Coronel da Cavalaria do Exército; comandou o DOI-CODI-RJ (1970); recebeu a Medalha do Pacificador
ARMANDO SAMICO ………………………………. Foi Secretário de Segurança Pública de Pernambuco (1970); em 1987 era Professor da UFPE
ARMANDO VARGAS MORAES………………….. Major da Infantaria do Exército; servia no Rio de Janeiro (1971); recebeu a Medalha do Pacificador (1972)
ARNALDO PAES DE VASCONCELLOS ………. Tenente Médico da PM-Pernambuco
ARQUIMEDES CORREIA LIMA…………………. Capítão Médico do Exército; serviu na Fortaleza de Santa Cruz (1971-1975)
ARRAES ………………………………………………. Sargento do Exército; servia em Lins (1973)
ARTAL ………………………………………………… Vide Antônio Artal
ARTONI ………………………………………………. Vide Roberto Artoni
ARTUR ………………………………………………… Vide Joaquim Artur Lopes de Souza
ARY ……………………………………………………. Vide Ari
ARY PEREIRA DE CARVALHO ………………… Tenente Coronel da Cavalaria do Exército; serviu na PE-Vila Militar-RJ; recebeu a Medalha do Pacificador; passou a Adido Militar na Embaixada do Brasil em Buenos Aires (1985); desde 1972 passou a Tenente Coronel
ARY RONCONI MOUTINHO …………………….. Major da Infantaria do Exército; servia no 10 Batalhão de Fronteira-Foz do Iguaçu (1965); em 1972 era Tenente Coronel
ASSIS ………………………………………………….. Cabo da Aeronáutica; servia na Base Aérea de Recife
ASSUNÇÃO ……………………………………… Delegado da PF; lotado em Brasília (19*
ASTORIGE CORRÊA DE PAULA E SILVAS …. Investigador da PF; lotado no DEOPS-SP desde 1968; era do Esquadrão da Morte que acabou por levá-lo á prisão; conhecido como Corrreinha
ASTRAL MANHÃES DOS SANTOS ……….. Major da PM-RJ; foi Diretor do Presídio de Ilha Grande (1973); em 1982 era Tenente Coronel e ocupava o cargo de Aj* cia Geral da PM; em 1987 presidia a Caixa Beneficente da PM-RJ
ASTROGYLDO PEREIRA SAMPAIO……….. Capitão da PM-Piauí; foi Diretor do * (1968-1970)
ATHOS CEZAR BAPTISTA TEIXEIRA…….. Coronel Engenheiro do Exército; foi Secretário de segurança Pública-RGS (* – 1972); em abril de 1970 chefiava o Gabinete do Secretário de segurança-RGS
ÁTILA …………………………………………………. Vide Áttila
ÁTILLA CARMELLO ………………………………. Capitão da Infantaria do Exército; chefiou a Equipe C de Interrogatório do DOI-CODI-SP (1972)
ATÍLIO ROSSONI …………………………………… Sargento do Exército; era da PE-Vila Militar-RJ (1969)
ÁTILLA JOSÉ BARILLARI BARROSO ……. Major da Infantaria do Exército; e* CIE (1973), atuando no SNI-Brasília
ÁTILLA ROHRSETZER ……………………….. Tenente Coronel da Infantaria do Exército; chefiou a S-2 do III Exército em Porto Alegre-RS (1966-1969); tornou-se Secretário de segurança Pública-RS em 1969; chefiou ainda o Departamento Central de Informações do DOPS-RS (* -1984); recebeu a Medalha do Pacificador
AUDIR SANTOS MACIEL ……………………. Tenente Coronel da Artilharia do Exército; chefiou Equipe de Interrogatório do DOI-CODI-SP (1975-1976); recebeu a Medalha do Pacificador (1973); transferiu-se para a 1aRM, onde comandou o 30 Gr * Artilharia de Costa (1981)
AUGUSTO ……………………………………………. Vide Carlos Alberto Augusto
AUGUSTO ……………………………………………. Agente da PF; lotado como Carcereiro no DEOPS-SP desde 1970
AUGUSTO FERNANDES MAIA …………………. Major da Artilharia do Exército; chefiou o DOI-CODI-Pernambuco (1970-1975)
AUGUSTO PINTO MOREIRA ………………………Agente da Polícia Federal
AURINO ………………………………………………. Agente da PF; lotado em Recife-PE (1964)
AUSTRAL …………………………………………….. Vide Astral Manhães dos Santos
AVELINO …………………………………………….. Vide Confúcio Danton de Paula Avelino Pamplona
AVERNO ……………………………………………… Vide Jair Arvelos Rosas
AVÓLIO……………………………………………….. Vide Armando Avólio Filho
AVRO ………………………………………………….. Sargento do Exército; servia no 10o BC Goiânia
AYRES ………………………………………………… Cabo do Exército; servia no 12oRI em Belo Horizonte-MG (1969)
AZAMBUJA…………………………………………… Vide José Oscar Azambuja Segredo
Vide Luiz Armando Franco de Azambuja
AZEVEDO ……………………………………………. Vide Rubens Vereza de Azevedo
No Documentos Revelados
Veja também: Lista de Torturadores - 2 - 3 - 4 - 5 - 6 - 7 - 8
Leia Mais ►

FHC grava para Serra. Bye-bye 'Cerra' forever !

FHC com Serra

Um integrante da campanha do candidato tucano à Prefeitura de São Paulo, José Serra, procurou nesta semana o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso para pedir que ele grave uma mensagem para o prefeiturável no horário eleitoral na TV. A ideia de usar FHC na propaganda guarda relação com a tentativa de ampliar a inserção de Serra nas tradicionais áreas tucanas da cidade, onde o candidato do PRB, Celso Russomanno, ganhou fôlego.
Obviamente, FHC se dispôs a gravar e, segundo interlocutores, disse estar à disposição da campanha para o que mais Serra precisar. O Estado apurou que o ex-presidente está gravando sua mensagem para a propaganda de Serra neste momento.
Leia Mais ►

Charge online - Bessinha - # 1442

Leia Mais ►

Aparelhamento

O Brasil tem avançado institucionalmente desde a Constituição de 1988, entretanto, em matéria de administração pública, a situação é ainda muito precária.
O dramático crescimento do Estado e a tendência ao "aparelhamento partidário" são facilitados pela estabilidade, pela maior remuneração e pela melhor perspectiva de benefícios futuros do funcionalismo. Esse é um fator preocupante para a organização de um setor público eficiente, transparente e, de fato, republicano.
É um grave equívoco pensar que o "grande aparelhador" foi o Partido dos Trabalhadores, para "fincar" sua "ideologia" no Estado. A história revela que ele é exatamente igual a todos os outros que chegaram ao poder. O supostamente virtuoso PSDB fez rigorosamente o mesmo. Na prática, a "ideologia" é só codinome elegante da "fisiologia"!
Os partidos sem ideologias aparentes não têm como esconder-se. São alvos fáceis dos que se pretendem "ideológicos" e diretamente marginalizados como "fisiológicos".
Nada disso é novidade. A disputa entre o janismo e o adhemarismo, em São Paulo, mostrou isso com toda crueza e deselegância: quem ganhava a eleição demitia, no primeiro decreto, todos os funcionários não estáveis admitidos pelo antecessor.
O processo foi se aperfeiçoando. Quem -quando no poder- pode fazer um concurso manipulado para dar estabilidade aos seus correligionários não perde a oportunidade de fazê-lo. A Prefeitura de São Paulo mostrou isso há menos de 20 anos.
Quando os concursos são controlados por grupos já instalados e que se pensam portadores da ideologia "verdadeira", a tendência é dirigi-los para cooptar os "seus", como mostraram o PSDB e o PT recentemente. O caso do Ipea é paradigmático: com o PSDB, ele perfilhava um pretensioso cientificismo acadêmico, que vive no mundo do pensamento; sob o comando do perseverante e competente Marcio Pochmann, abandonou o alfabeto grego e mergulhou na mais lamacenta, profunda, íntima e bruta realidade brasileira!
Talvez o pêndulo tenha caminhado rápido demais. Sendo membro do conselho do Ipea, creio que a presidenta fez uma boa arbitragem. Nomeou o ilustre economista e renomado pesquisador Marcelo Neri, com respeitável formação neoclássica, mas que construiu seu nome metendo a mão em problemas cruciantes que afligem o cidadão brasileiro.
A propósito, os atuais estudos do Ipea podem dar melhor suporte às políticas públicas. Por exemplo, seus trabalhos recentes sobre o diferencial dos salários entre os setores público e privado. Eles mostram a validade dos argumentos do governo na disputa que terminou na greve insensata do funcionalismo federal.
Antonio Delfim Netto
Leia Mais ►

Márcio Lacerda desrespeita decisão do TRE

Um jingle me envergonhou em BH


Fernando Morais
Ao desembarcar no aeroporto da Pampulha, na semana passada, fui recebido com o abraço de um velho amigo mineiro. “Seja bem-vindo”, disse ele. “Que bom que você está de volta a Belo Horizonte.” Respondi que ninguém pode voltar a um lugar de onde nunca saiu. Parece um clichê, eu sei, uma frase retórica, mas é verdade. Nascido em Mariana, vivi na capital mineira até os 18 anos, quando me mudei para São Paulo. Um pedaço da minha alma, porém, ficou em Beagá, onde passei provavelmente os melhores anos da minha vida.
A caminho do hotel, ouvi no rádio do carro o jingle da campanha eleitoral do prefeito Márcio Lacerda, candidato à reeleição. A repetição musical do slogan “deixa o Márcio trabalhar” me deu a sensação de déjà-vu – ou déjà ouvi, para ser mais preciso. Seria capaz de jurar que já tinha ouvido aquela mesma musiquinha no rádio meses antes, quando estive na cidade para lançar um novo livro.
Para meu espanto, o amigo que me recebia explicou que não, eu não estava ficando louco. Adquirida pela prefeitura (com dinheiro público, naturalmente) e transformada em jingle oficial da administração, a música Não há lugar melhor que BH, da dupla César Menotti e Fabiano, foi martelada durante quatro anos na cabeça dos belo-horizontinos.
Quando chegou a campanha eleitoral, o que é que o prefeito fez? Subtraiu o refrão original “a prefeitura não para de trabalhar” e no lugar dele sapecou o “deixa o Márcio trabalhar”. Isso mesmo, como se a melodia fosse sua propriedade particular e não um bem pelo qual os contribuintes haviam pago. A apropriação parece ainda mais escandalosa quando se sabe que o atual prefeito de Belo Horizonte ocupa o segundo lugar entre os candidatos mais ricos do país, dono de um patrimônio declarado de mais de R$ 50 milhões.
A surpresa não terminou aí. Mais tarde, soube que a Justiça Eleitoral mineira já havia denegado duas vezes o pedido da oposição para que o absurdo fosse coibido e a música tirada do ar. No avião, de volta para São Paulo, eu me perguntava: se um administrador público faz isso em campanha eleitoral, quando os políticos estão sob o olhar vigilante dos eleitores e da imprensa, o que não fará no lusco-fusco do exercício do mandato?
PS: Um e-mail me informa que o juiz Maurício Soares, do TRE, acaba de determinar “a imediata suspensão de toda e qualquer propaganda eleitoral veiculada pela coligação ‘BH segue em frente’ que utilize a música ‘Não há lugar melhor que BH’, mesmo que de forma subliminar e instrumental.” Esse juiz viu, enfim, o que saltava aos olhos e ouvidos de Belo Horizonte: “É essa melodia, bem fixada na mente dos eleitores à custa do dinheiro público, que um dos candidatos usa em benefício de sua campanha, trazendo assim a desigualdade que a lei teve a intenção de proteger”. Ufa! O espírito mineiro tarda, mas não falha!
Leia Mais ►

Jabor: Uma aula de cinismo

Arnaldo Jabor saiu em defesa do nestafo FHC e seu infeliz artigo publicado domingo.
Aliás, foi o único.
Tangenciando o tema, começa acusando o marketing político de perverso; diz que as campanhas eleitorais são insinceras; num delírio intelectual chama Lula de "showman". E por aí vai destilando seu veneno, típico dos ressentidos.
O alvo é a eleição municipal de São Paulo e a derrota iminente de seu eterno candidato, Zé $erra.
Atira, é claro, contra o PT de Haddad e, principalmente, contra Celso Russomano, lider isolado nas pesquisas de opinião.
Jabor abusa das palavras ofensivas e não demonstra o menor respeito ao cidadão paulistano quando, em tom crítico, afirma que Russomano é o candidato da Igreja Universal. " ...pode ser que em 2013 a cidade de São Paulo seja governada por Edir Macedo, o rei dos supermercados da fé ...", ele escreveu.
Assim, pretende lincar os não-simpatizantes de $erra àquilo que denominou "islamismo caboclo".
Então, quase que sem querer, chega onde queria: FHC, o nefasto.
Começa o festival de cinismo com arroubos de arrogância. Mais para o desespero, diante do silêncio das vozes que o deveriam defender.
"Tudo começou em 2002 quando, diante dos meus pobres olhos perplexos, Serra não defendeu o governo FHC diante dos ataques de Lula no debate ... nunca entenderei isso". É o que Arnaldo Jabor pensa.
Pobre ex-cineasta!
Sua pobreza mental se escancara diante da evidência mais óbvia, mais trivial nos tempos de democracia: o desejo individual de cada eleitor no instante de depositar o voto na urna! Ou de teclar "confirma"!
É possível que ele acredite nas coisas que escreveu, o que o torna ainda mais perigoso. Se não entendeu a razão de $erra não ter defendido FHC, o nefasto, no debate, não foi por causa dos marqueteiros, do semianalfabetismo do brasileiro, mas por medo do eleitor que não concordou com o reinado tucano que arrasou o Brasil durante todo o mandato. Vide a taxa de desemprego e juros deixada para Lula!
Já é hora de cínicos desonestos, do tipo cheirosos e limpinhos, resignarem-se com a nova ordem brasileira. Ou adaptam suas bandeiras às conquistas do início deste século ou seguirão amargando derrota sobre derrota. Até em São Paulo, seu curral eleitoral mais cativo.
Culpar a Igreja Universal é cinismo! É falta de vergonha na cara! Os seguidores de Edir Macedo merecem o mesmo respeito daqueles que admiram o Padre Marcelo Rossi, cabo eleitoral de $erra e FHC. Não li nenhuma linha de Jabor acusando a Igreja Católica de "islamica".
Apenas para esclarecer: este blogueiro não acredita em nenhuma religião.
Leia Mais ►

Pesquisa Datafolha - São Paulo

Leia Mais ►

O PSDB com o passar dos anos

Voltando ao passado e pensando na Juventude do PSDB do final dos anos 80 e início dos anos 90.
Eu costumo falar do perfil dessa galera, porque convivi com eles, também.
Na FFLCH (Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas) da USP as esquerdas formavam agrupamentos político-ideológicos dos mais diferentes tipos, da esquerda radical ao centro-esquerdismo. Tinha o pessoal da Convergência Socialista, da Ação Trotiskista o Trabalho e outras correntes, todas dentro do PT, além do PCdoB, do MR-8 (dentro do PMDB), os lights da esquerda: que era a juventude do PSDB e outros grupos minoritários.
O jovem do PSDB não era o comunista ou socialista, nem o anárquico de plantão, mas defendia princípios básicos de Justiça Social, de Democracia, tinha uma visão humanista da sociedade, brigava por Justiça Social, respeitava o Estado como importante na construção de um Brasil mais igualitário e não tinha esse perfil de militante, que considera as esquerdas como inimigo político, ameaça para a ordem social e a democracia; além de não utilizar o jargão do "perigo comunista, do chavismo, etc.". E não eram mauricinhos, fique claro, os mauricinhos eram partidários do Malufismo.
Os políticos do PSDB nasceram da esquerda do PMDB e eram ligados ao movimento das diretas já! Os caras lutaram pela redemocratização do País. Até apoiaram LULA em 1989, no 2 turno. Lembram do Mário Covas, certo? Apoiou o LULA contra o COLLOR no 2 turno, em 1989.
Nós votávamos no PSDB de então, caso fosse necessário, em um 2 turno sem temor! Eles eram aliados dos progressistas e tinham um perfil de honestidade, de defesa da soberania brasileira, da busca por Justiça Social com a melhoria das condições de vida dos trabalhadores. E o mais importante, a imagem de honestidade. Falar o quê naquele tempo? De Franco Montoro, Almino Afonso, Mário Covas?
Até o José Serra era um perfil interessante de ser votado. Em 1986 foi candidato a Deputado Federal e a imagem dele era uma imagem progressista e de esquerda.
Na minha família, naquele período, os votos ainda estavam entre o PMDB (PMDB que tornou-se PSDB), No PMDB de SERRA - vindo do exílio - (pasmem), PMDB das diretas já, de parte dos estudantes da PUC e o seu movimento estudantil (meu irmão votava nesses caras nessa época), tinham ligação com a Igreja Católica (Comunidades Eclesiais de Bases) e, também, votos no PT do sindicalismo de LULA - meu irmão mais velho votava no PT desde 1982).
Era seguro votar no PSDB de então.
Então, no início dos anos 90, veio a avalanche neoliberal e no Brasil, um partido embarcou nesse caminho, talvez, porque era a moda de então e se queria um Projeto de Governo duradouro e antenado com o Mundo desenvolvido. O partido foi o PSDB, já com a cara de Fernando Henrique (seu ícone principal), que tinha sido Ministro da Fazenda, durante o fortalecimento do Plano Real, no Governo de Itamar. O Real elevou o FHC ao posto de nome mais importante do PSDB.
A imagem do PSDB de antes de 1994 com a influência neoliberal foi se transformando.
Então, a militância jovem, da esquerda light, foi desaparecendo (eles não eram neoliberais) do partido, migrando para outros partidos, tanto é que considero os jovens PSDBistas daquele tempo mais Petistas, hoje, que os próprios petistas. O PT, talvez, seja na prática o que poderia ser o PSDB até hoje, se adotasse as práticas da socialdemocracia, que deu origem à sigla de seu partido. Seria um partido bem mais forte nos tempos atuais.
E além do neoliberalismo viu-se uma guinada para o lado do individualismo político, dos governos de favorecimento individual dos políticos do próprio partido e não mais se enxergou uma imagem da política como uma ação coletiva voltada para o bem-comum. Com as privatizações deu-se o ápice desse individualismo, os políticos e amigos do partido abocanharam para si parte significativa do patrimônio público dos brasileiros. Foi se perdendo, gradativamente, a imagem dos primórdios do PSDB. E com ela perdeu-se a militância mais combativa e informada, boa parte da intelectual e a militância social.
Os interesses do neoliberalismo não coincidiam com os interesses sociais, com os interesses da classe trabalhadora, com o Estado indutor da economia, do desenvolvimento, regulador do mercado, de financiador do aparato social em saúde, educação e redistribuidor de renda.
O PSDB que nasceu da bandeira Social Democrata foi perdendo sua identidade e manteve apenas a sigla.
Adotou ainda, como uma marca registrada, posturas de acobertamento de tudo o que de errado havia nos seus Governos; a toda corrupção de seus partidários foi feita vistas grossas e aos poucos o partido, inicialmente formado de pessoas honestas, de uma esquerda mais light se perdeu, para sempre.
Abriu-se espaço para os mais diferentes tipos de políticos, que ali viam seu espaço para realizar atos ilícitos em benefício particular, sem que o Partido político fizesse vistas grossas aos atos cometidos. Foram paulatinamente ocupando o espaço deixado pelo Malufismo e se comportando seus políticos um pouco como o ACM, com certa truculência e se acomodando na velha mídia, que se beneficiava dos mais variados modos com o PSDB no Governo, em troca do acobertamento de denúncias de irregularidades do partido e, também, em troca da destruição das reputações partidárias e de políticos de outros partidos, principal alvo o PT.
Ao tornaram-se parceiros da velha mídia esqueceram-se de fazer política partidária, de pensar o Brasil e apresentar propostas de Governo para se contrapor ao PT; vivendo, quase que exclusivamente, desses acordos com a velha mídia, para acobertar suas irregularidades administrativas e atacar seus opositores, em muitos casos, em troca de benefícios financeiros, para os grupos de mídia, que se aliarem ao partido ou vivendo de simplesmente realizar a ideologia política da velha mídia. Praticamente, deixaram a política de lado.
Um Partido que se esqueceu de fazer política, que se aceitou como corrupto e não coibiu as irregularidades de suas administrações, que herdou o malufismo, que foi abandonando em plenitude a socialdemocracia, trocando-a pelo neoliberalismo radical e as privatizações a preço de banana, que foi se aliando ao conservadorismo dos Democratas (sem o menor constrangimento), um partido que passou ao cúmulo de dizer a todo instante quando vem ao microfone se defender de uma denúncia que tudo não passa de intriga da oposição (geralmente diz ser uma invenção dos petistas), que seus políticos sempre pousam de santos, que sempre consideram seus adversários inimigos da Democracia e corruptos, um partido que não tem um projeto de como Governar um País para confrontar com o do PT, que tem uma militância jovem que faz “sociodrama” do medo, para tentar ganhar nosso voto, que não tem sindicalismo, que quase não abre espaço para movimentos sociais participarem de suas gestões e do partido, que quase não têm mulheres e negros disputando eleições, um partido que não renova seus quadros, que não tem democracia interna e não respeita nem a soberania de uma convenção partidária escolhendo seus candidatos na canetada, que pouco aceita participar de projetos de outros partidos em benefício da população, que não enxerga nenhuma mudança no Brasil nos últimos 10 anos, que recebe apoio dos mais radicais grupos fundamentalistas de direita (mesmo que velado), da Igreja Católica em sua vertente mais conservadora, que coloca a bandeira do aborto como instrumento de se ganhar votos, etc. só poderia chegar aonde chegou: perto do seu fim e se sobreviver, ocupando um espaço na Direita, e na Direita mais retrógrada que exista.
Alexandre Tambelli
No Cama de Prego
Leia Mais ►

Noblat, responda sem insultos

Apenas perguntei, Noblat.
Você deve responder para quem afirmou.
Noblat, como você me bloqueou no Twitter, só espero que responda satisfatoriamente à questão do processo: é verdadeira ou não?
Ademais, “uma pessoa c/outra qualquer” são todas aquelas que não bajulam você?
Leia Mais ►

Charge online - Bessinha - # 1441

Leia Mais ►

Fernando Collor voltou a acusar três Procuradores da República

Leia Mais ►

Tucana Patrícia Amorim, assim na Câmara como no Flamengo

Leia Mais ►

O Testamento de um Cão

Minhas posses materiais são poucas e eu deixo tudo para você...
Uma coleira mastigada em uma das extremidades, faltando dois botões, uma desajeitada cama de cachorro e uma vasilha de água que se encontra rachada na borda.
Deixo para você a metade de uma bola de borracha, uma boneca rasgada que você vai encontrar debaixo da geladeira, um ratinho de borracha sem apito que está debaixo do fogão da cozinha e uma porção de ossos enterrados no canteiro de rosas e sob o assoalho da minha casinha.
Além disso, eu deixo para você a memória, que aliás são muitas.
Deixo para você a memória de dois enormes e meigos olhos, marrons, de uma caudinha curta e espetada, de um nariz molhado e de choradeira atrás da porta.
Deixo para você uma mancha no tapete da sala de estar junto à janela, quando nas tardes de inverno eu me apropriava daquele lugar, como se fosse meu, e me enrolava feito uma bolinha para pegar um pouco de sol.
Deixo para você um tapete esfarrapado em frente de sua cadeira preferida, o qual nunca foi consertado com o tipo de linha certo.... isso é verdade. Eu o mastiguei todinho, quando ainda tinha cinco meses de idade, lembra-se?
Deixo para você um esconderijo que fiz no jardim debaixo dos arbustos perto da varanda da frente, onde eu encontrava asilo durante aqueles dias de verão. Lá deve estar cheio de folhas agora e por isso talvez você tenha dificuldades em encontrá-lo. Sinto muito!
Deixo também só para você, o barulho que eu fazia ao sair correndo sobre as folhas de outono, quando passeávamos pelo bosque. Deixo ainda, a lembrança de momentos pelas manhãs, quando saíamos junto pela margem do riacho, e você me dava aqueles biscoitos de baunilha. Recordo-me das suas risadas, porque eu não consegui alcançar aquele coelho impertinente.
Deixo-lhe como herança minha devoção, minha simpatia, meu apoio quando as coisas não iam bem, meus latidos quando você levantava a voz aborrecido... e minha frustração por você ter ralhado comigo. Eu nunca fui à igreja e nunca escutei um sermão. No entanto, mesmo sem haver falado sequer uma palavra em toda a minha vida, deixo para você o exemplo de paciência, amor e compreensão.
Sua vida tem sido mais alegre, porque eu estive ao seu lado!
Leia Mais ►