16 de out de 2011

Imprensa síria e Al Jazeera disputam campeonato mundial de mentira

A Al Jazeera superou Israel e se transformou no maior inimigo dos partidários de Bashar al Assad na Síria. Na vanguarda da cobertura dos protestos no país, a rede de TV do Qatar tem sido a responsável por exibir para todo o mundo árabe e mesmo dentro do país reportagens do que seriam atrocidades do regime sírio na repressão aos levantes da oposição.
Esta postura tem irritado o governo e seus seguidores nas ruas de Damasco. Eles acusam a Al Jazeera e sua rival, Al Arabya, de mentir e defender uma agenda das monarquias do golfo para limpar os cristãos do mundo árabe e instalar regimes radicais islâmicos sunitas.
Procurada, a Al Jazeera não respondeu. Mas em outras ocasiões o canal defendeu a sua cobertura, que tem sido elogiada em todo o mundo durante a Primavera Árabe.
Um jovem estudante de odontologia de origem alauíta, a mesma de Assad, repetiu para mim o mesmo discurso propagado pela imprensa oficial. “A Al Jazeera mente o tempo todo e fabrica notícias”, afirmou. Roula, uma cristã síria, afirma que apenas assiste os canais sírios. “É a única forma de não sermos manipulados por estes regimes do Qatar e da Arábia Saudita”, diz.
Nestas TVs oficiais de Damasco, todos os dias, programas jornalísticos checam os fatos exibidos pela Al Jazeera. O canal árabe teria afirmado, na semana passada, que uma figura proeminente de Homs havia sido morta pelas forças do regime. Dois dias depois, ele apareceu vivo no canal sírio dando entrevista, mostrando o seu documento de identidade.
Os seguidores de Assad também afirmam que a Al Jazeera, assim como a Al Arabya, adultera imagens, mostrando cenas que teriam acontecido no Egito ou na Líbia como se fossem Síria. A imprensa oficial síria não perde tempo e inventou uma história de que a “Al Jazeera construiu uma cidade cenográfica com atores fingindo ser as forças de segurança da Síria matando civis”. Esta história já foi comprovadamente desmentida pela TV do Qatar.
Uma funcionária do Ministério da Informação sírio, depois de atacar seguidamente a Al Jazeera, mostrou também como o jornal francês Liberation publicou uma foto dizendo ser na Síria, quando na realidade seria de um conflito no Líbano em 2008. Segundo o membro do Ministério da Informação que acompanhava os meus movimentos, o canal do Qatar “soma entre as vítimas pessoas que morreram do coração e em acidentes de carro como se houvessem sido assassinadas pelo Exército”.
Estrangeiros residentes em Damasco confirmam que a Al Jazeera realmente exagera em algumas de suas informações. O canal do Qatar cita protestos em locais de Damasco onde não está acontecendo nada, e eu pude confirmar isso em uma sexta-feira. O canal do Qatar também omite manifestações como a desta quarta, que reuniu dezenas (ou mesmo centenas) de milhares a favor de Assad – o New York Times publicou uma foto grande do ato pró-governo em sua edição impressa.
Opositores, por sua vez, dizem ser patética a cobertura dos canais estatais da Síria, que ignoram a mortes de civis. Os programas apenas citam os membros das forças de segurança que foram mortos e dizem que “grupos terroristas matam civis para culpar o governo”. Nos sete meses de levantes, a imprensa oficial, de acordo com a oposição, nunca admitiu ter matado um civil sequer – a ONU coloca o número em 2,9 mil.
As TVs e jornais sírios aproveitam ainda qualquer possibilidade de exibir um suposto apoio internacional. A visita de uma deputada ucraniana foi acompanhada por repórteres sírios e retratada como um apoio da “Ucrânia a Bashar al Assad”. Outro dia, a agência de notícias estatal SANA dava destaque para declarações dos ministros das Relações Exteriores de Cuba, Venezuela, Equador, Bolívia e Nicarágua, que estão em Damasco, declarando suporte a Assad.
A imprensa síria indicou ainda que os brasileiros estariam ao lado do regime devido à abstenção no Conselho de Segurança. Recep Tayyp Erdogan, considerado um dos maiores aliados de Bashar al Assad na região até a eclosão dos protestos, passou a ser descrito como “louco” depois de começar a criticar o líder sírio. “Cada dia ele diz uma coisa, não faz sentido”, disse um funcionário do Ministério da Informação.
Na Síria, alguns jornalistas locais não têm idéia de que sofrem restrições ao trabalho. “Você pode fazer reportagens nas ruas do Brasil e dos EUA sem autorização do governo?”, questionou, ficando surpresa ao receber uma resposta positiva. Além da censura interna, jornais israelenses ou ligados à oposição libanesa são bloqueados na internet pelo governo sírio. O mesmo se aplica a qualquer notícias que contenha a palavra “Israel” no New York Times, BBC, Guardian, no Estadão, na Folha e na Veja. Ironicamente, notícias ligadas à oposição ainda aparecem.
Gustavo Chacra
No Estadão
Leia Mais ►

Charge online - Bessinha - # 860

Leia Mais ►

Indignação

Uma das coisas que mais me irrita é a falta de consideração das pessoas usando o celular.
Será que já ninguém sabe dizer: "eu ligo mais tarde"?...
Isto acontece em lojas, restaurantes, encontros com amigos, afinal, em todo o lado. Mas, agora, passou do limite...
Nem bem começou o horário de Verão e, na praia, tive que me sentar e ouvir por quase uma hora, enquanto ela falava ao telefone, andando prá lá e pra cá, bem à minha frente.
Estava tentando ler um livro, mas não consegui concentrar-me...
Veja-se a situação:
Que falta de educação!!! ...
HAJA MANEIRAS!
Leia Mais ►

Memória e Verdade - sobre a Ditadura Militar no Brasil

  1. Miniatura 3:27- Depoimento de Criméia Almeida
  2. Miniatura 3:32 - Depoimento de Maria Amélia Teles
  3. Miniatura 3:22 - Depoimento de Júlio Senra
  4. Miniatura 4:30 - Depoimento de Francisco Oliveira
  5. Miniatura 3:33 - Depoimento de Carlos Eugênio da Paz
  6. Miniatura 3:58 - Depoimento de Carlos Molina
  7. Miniatura 4:21 - Depoimento de Jarbas Marques
  8. Miniatura 3:48 - Depoimento de Rose Nogueira
  9. Miniatura 4:08 - Depoimento de Ivan Seixas
  10. Miniatura 2:41 - Depoimento de Ivan Seixas (continuação)
  11. Miniatura 2:27 - Depoimento de Ernani Jacques D´ornellas
  12. Miniatura 2:19 - Depoimento de Hasiel Pereira
  13. Miniatura 2:30 - Depoimento de Clair Martins
  14. Miniatura 2:57 - Depoimento de Carlos Augusto Marighella
  15. Miniatura 2:26 - Depoimento de Rosalina Santa Cruz
  16. Miniatura 2:46 - Depoimento de Lideu Manso
  17. Miniatura 2:16 - Depoimento de Clóvis de Castro
  18. Miniatura 3:30 - Depoimento de Antônio Carlos Fon
  19. Miniatura 2:27 - Depoimento de Maria do Socorro
  20. Miniatura 3:23 - Depoimento de Júlio Senra
  21. Miniatura 3:38 - Depoimento de Waldir Pires
  22. Miniatura 2:19 - Depoimento de Suzana Lisboa
  23. Miniatura 2:04 - Depoimento de Carlos Russo
  24. Miniatura 4:57 - Depoimento de João Vicente Goulart
  25. Miniatura 2:32 - Depoimento de Adriano Diogo
  26. Miniatura 2:46 - Depoimento de Ilda Martins
  27. Miniatura 1:29 - Depoimento de Lideu Manso (continuação)
  28. Miniatura 2:12 - Depoimento de Neusa Maria Cerveira
  29. Miniatura 1:40 - Depoimento de Nei Lisboa
  30. Miniatura 1:40 - Depoimento de Modesto da Silveira
  31. Miniatura 1:45 - Depoimento de Clelia Cardim
  32. Miniatura 1:33 - Depoimento de Sarita D´avila Mello
  33. Miniatura 1:42 - Depoimento de Aluízio Palmar
  34. Miniatura 1:42 - Depoimento de Victória Grabois
  35. Miniatura 1:33 - Depoimento de Luiz Carlos Prestes Filho
  36. Miniatura 1:30 - Depoimento de Lia Câmara Ferreira
  37. Miniatura 1:47 - Depoimento de Célia Coqueiro
  38. Miniatura 1:44 - Depoimento de Frederico Pessoa
  39. Miniatura 1:40 - Depoimento de Georges Michel
  40. Miniatura 1:44 - Depoimento de Luiz Ayrão
  41. Miniatura 1:53 - Depoimento de Derlei Catarina de Luca
  42. Miniatura 1:52 - Depoimento de José Wilson da Silva
  43. Miniatura 1:47 - Depoimento de Carlos Araújo
  44. Miniatura 1:45 - Depoimento de Cláudio Gutierrez
  45. Miniatura 1:42 - Depoimento de Israel Waligora
  46. Miniatura 26:21 - O Dia que Durou 21 anos – Episódio 1
  47. Miniatura 25:43 - O Dia que Durou 21 anos – Episódio 2
  48. Miniatura 27:04 - O Dia que Durou 21 anos – Episódio 3
  49. Miniatura 5:32 - Contos de Resistência ( parte1)
  50. Miniatura 7:38 - Contos da resistência (parte 2)
  51. Miniatura 10:00 - Contos da Resistência (parte 3)
  52. Miniatura 6:40 - Contos da Resistência (parte 4)
  53. Miniatura 7:50 - Contos da Resistência (parte 5)
  54. Miniatura 5:53 - Contos da Resistência (parte 6)
  55. Miniatura 8:22 - Contos da Resistência (parte 7)
  56. Miniatura 9:02 - Contos da Resistência (parte 8/ final)
  57. Miniatura 9:54 - A Report on Torture (parte 1)
  58. Miniatura 9:59 - A Report on Torture (parte 2)
  59. Miniatura 9:59 - A Report on Torture (parte 3)
  60. Miniatura 9:45 - A Report on Torture (parte 4)
  61. Miniatura 10:01 - A Report on Torture (parte 5)
  62. Miniatura 9:59 - A Report on Torture (parte 6/final)
  63. Miniatura 9:59 - Porque Lutamos! Resistência à Ditadura Militar Parte 1
  64. Miniatura 9:47 - Porque Lutamos! Resistência à Ditadura Militar Parte 2
  65. Miniatura 9:53 - Porque Lutamos! Resistência à Ditadura Militar Parte 3
  66. Miniatura 10:31 - Porque Lutamos! Resistência à Ditadura Militar Parte 4
  67. Miniatura 7:47 - Porque Lutamos! Resistência à Ditadura Militar Parte 5
  68. Miniatura 8:46 - Porque Lutamos! Resistência à Ditadura Militar Parte 6 final
  69. Miniatura 7:17 - Documentário Frei Tito (parte 1/2)
  70. Miniatura 6:29 - Documentário Frei Tito (parte 2/2)
  71. Miniatura 15:00 - Ditadura Militar: Vera Sílvia Magalhães (parte 1)
  72. Miniatura 2:36 - Brasil: O museu da tortura
  73. Miniatura 15:03 - Ditadura Militar: Vera Silvia Magalhães (parte 2)
  74. Miniatura 15:02 - Ditadura Militar: Vera Silvia Magalhães (parte 3)
  75. Miniatura 12:33 - Ditadura Militar: Vera Sílvia Magalhães (parte 4)
  76. Miniatura 3:32 - Ditadura Militar: Vera Silvia Magalhães (parte 5 final)
  77. Miniatura 1:41:44 - Anos de Chumbo
  78. Miniatura 3:50 - Homenagem a Bacuri
  79. Miniatura 1:39 - A sexta feira sangrenta
  80. Miniatura 1:45 - Depoimento de Raul Pont
Mario Marsillac
No Instituto Zequinha Barreto
Leia Mais ►